quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Rally dos Sertões 2014 - Notícias 4

Ford Ranger 4x4 das duplas do X Rally Team superam a marca dos 175 km/h no trecho cronometrado entre Catalão (GO) e Paracatu (MG). Diferença entre os quatro primeiros é de apenas sete minutos.


O Rally dos Sertões se despediu do estado de Goiás nesta terça-feira (26) deixando a cidade de Catalão para cumprir 360 quilômetros até Paracatu, já em Minas Gerais. Pilotos e navegadores cumpriram um total de 209,8 quilômetros de trechos cronometrados e a disputa entre os carros da categoria T1 FIA foi eletrizante.


"Foi uma corrida meio maluca", definiu Cristian Baumgart, piloto do Ford Ranger 4x4 #316 do X Rally Team. "O traçado era diferente e fugia do padrão a que estamos acostumados no Sertões. Tanto é que foi uma especial de ‘marcação cerrada’, porque a todo momento víamos o carro do Guiga (Spinelli) e do (Reinaldo) Varela. Praticamente nos cruzávamos, principalmente na parte final", explicou o piloto, que tem Beco Andreotti como navegador no carro preparado pela sul-africana Neil Woolridge Motorsports. "Mesmo assim, foi uma especial deliciosa de se guiar e também de navegar. Viemos em um bom ritmo o tempo todo e conseguimos descontar mais a diferença", disse.

Cristian e Beco terminaram a especial em segundo lugar, a apenas 1min18s de Guilherme Spinelli/Youssef Haddad, e 40 segundos à frente da dupla Varela/Gugelmin. No acumulado, Baumgart/Andreotti subiu novamente ao segundo lugar, com 2min47s de desvantagem depois da punição de cinco minutos na primeira etapa.

Alguns dos trechos da especial desta terça-feira possibilitaram às duplas do X Rally Team ver mais um pouco do potencial dos Ford Ranger 4x4. Na etapa de hoje, o #316 alcançou 179 km/h de velocidade máxima, apenas dois a mais do que o Ford Ranger 4x4 #303, de Marcos Baumgart/Kleber Cincea. Os carros dos irmãos Baumgart são movidos por um motor Ford V8 de cinco litros e 350 cavalos de potência.

"Hoje foi a especial em que alcançamos nossa maior velocidade até agora no Sertões, e os trechos nos proporcionaram isso. Ele chegou à velocidade máxima em muito pouco tempo. Foi um dia bem gostoso de guiar, bem rápido, e tivemos um bom dia. Nossa ideia é evoluir a cada etapa, e isso tem acontecido", apontou Marcos Baumgart, que terminou a etapa na quarta colocação, a 1min16s de Reinaldo Varela.

Agora, o X Rally Team e a NWM Motorsports trabalham nos carros visando a etapa desta quarta-feira (27), que terá 363,85 quilômetros de especiais, de um total de 585,3, entre Paracatu e São Francisco - a mais longa até o momento no Rally dos Sertões.

Confira os tempos da segunda etapa (cat. T1 FIA)
1-) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Toyota Hilux) - 2h34min29s
2-) Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Ford Ranger) - 2h35min48s (-1min18s)
3-) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (Mitsubishi ASX) - 2h36min30s (-2min01s)
4-) Marcos Baumgart/Kleber Cincea (Ford Ranger) - 2h37min47s (-3min17s)

GERAL ACUMULADO:
1-) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (Mitsubishi ASX) - 5h17min16s
2-) Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Ford Ranger) - 5h20min03s (-2min47s)
3-) Marcos Baumgart/Kleber Cincea (Ford Ranger) - 5h20min42s (-3min26s)
4-) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Toyota Hilux) - 5h24min45s (-7min28s)

-----------------------------------------------------------------------

Rally dos Sertões: Ford Racing Trucks/ Território Motorsport vence mais uma e segue na liderança

Na etapa que ligou Catalão (GO) a Paracatu (MG), o trio Edu Piano/Solon Mendes/Carlos Sales foi novamente o mais rápido entre os Caminhões

Pelo terceiro dia consecutivo, Edu Piano, Solon Mendes e Carlos Sales, da Equipe Ford Racing Trucks/Território Motorsport, venceram mais uma etapa do Rally dos Sertões. Nesta terça-feira, o trio largou de Catalão (GO) e seguiu para Paracatu, a primeira cidade mineira do roteiro e levou 2h57min29s para completar o trecho cronometrado de 209,86 quilômetros de um total de 360 do dia. Com o resultado, seguem invictos na liderança dos Caminhões com uma vantagem de 13min14s do segundo colocado da categoria.

Com 19 participações consecutivas na competição e seis títulos conquistados - uma na geral dos Carros (2005) e cinco nos caminhões (2207, 2008, 2009, 2011, 2013) - Piano aprovou o percurso da terceira etapa. "Foi muito boa, com trechos de alta, travada, outros lisos, mas bem diversificada em relação ao piso e nos agradou bastante", afirma.

Segundo o piloto do F4000 Território 4x4, desenvolvido por sua equipe, a performance do caminhão continua excelente. "Hoje exigimos muito do equipamento, demos ao máximo e graças ao desempenho e confiabilidade do motor Cummins pudemos manter a rotação alta neste percurso do dia", ressalta Piano, veterano da prova e um dos recordistas de títulos nos Caminhões.

O navegador cearense elogiou também o percurso e a satisfação de mais uma vitória. "Para mim foi um show de Especial, a melhor até agora, porque foi técnica o bastante para exigir habilidade na navegação e pilotagem", elogia. "É muito bom vencer, porque quem está no Sertões vem com este objetivo, mas é preciso ter cabeça para terminar bem uma prova como esta e amanhã vamos manter o mesmo ritmo e tocada", completa Mendes, que completa 16 participações e é pentacampeão nos Caminhões.

O desafio da quarta etapa será uma Especial de 363,85 quilômetros entre Paracatu e São Francisco, também em Minas Gerais. O total do dia será de 585,30 quilômetros e haverá muitas depressões, pedras, erosões, com três travessias de rios e mesclando piso duro, de cascalho e areia. A Especial promete. O rali termina no sábado, 30, na capital mineira.

Mais informações no site www.territoriomotorsport.com.br/rally ou na página da equipe no Facebook http://migre.me/l4b7p 

A equipe Ford Racing Trucks/Território Motorsport, que tem sede em Tatuí, no interior de São Paulo, tem parceria com: Ford Caminhões, Cummins, Garrett, Tortuga, Termicom, Truckvan, SuperCooler, Platodiesel, Fix, Território 4x4 Comercial e Casa Domingues de Pianos

Resultado Caminhões - Etapa 3 - Rally dos Sertões
1 #401 EDU PIANO/SOLON MENDES/ANTONIO SALES (FORD RACING TRUCKS) 02h57min29s
2 #403 FELICIO BRAGANTE/EVANDRO BAUTZ/PACO CORDER (ASA ALUMÍNIO RALLY TEAM) 03h07min11s
3 #402 GUIDO SALVINI/FLAVIO BISI/FERNANDO CHWAIGERT (MOBIL DELVAC SALVINI RACING) 03h07min41s
4 #404 KENNER GARCIA/RAFAEL BELLO/RAPHAEL BETTONI (COMPETIKAR) 03h07min51s

Resultado Acumulado, após três etapas - categoria Caminhões
1 #401 EDU PIANO/SOLON MENDES/ANTONIO SALES (FORD RACING TRUCKS) 06h21min39s
2 #404 KENNER GARCIA/RAFAEL BELLO/RAPHAEL BETTONI (COMPETIKAR) 06h34min53s
3 #403 FELICIO BRAGANTE/EVANDRO BAUTZ/PACO CORDER (ASA ALUMÍNIO RALLY TEAM) 07h21min55s
4 #402 GUIDO SALVINI/FLAVIO BISI/FERNANDO CHWAIGERT (MOBIL DELVAC SALVINI RACING) 09h14min21s

Programação - Etapa 4 da 22ª edição Rally dos Sertões:
27/08 - 4ª etapa - Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135,24 km
Trecho especial: 363,85 km
Deslocamento final: 86,21 km
Total do dia: 585,30 km
----------------------------------------------------------------------------------------------------

Glauber Fontoura e Minae Miyauti vencem pelo terceiro dia e abrem vantagem no Rally dos Sertões


Dupla da FD Rally Team foi a mais rápida da Super Production nesta terça-feira, 26, na prova que saiu de Catalão(GO) e chegou a Paracatu(MG)

A terceira etapa do 22º Rally dos Sertões foi de êxito mais uma vez para Glauber Fontoura e Minae Miyauti, da Equipe FD Rally Team. A dupla de São Paulo enfrentou 360,45 quilômetros de prova, cravando mais uma vez o melhor tempo na categoria e, ainda, se mantendo no pelotão dos dez carros mais velozes do segundo maior rali do mundo. Entre o Goiás e Minas Gerais, foram 209,86 quilômetros de trecho cronometrado e muitos desafios pelo caminho, para ambos dentro do carro.

"Foi a Especial mais longa do rali até agora, bem técnica e que exigiu da navegação e da pilotagem também. Passamos por trechos sinuosos, escorregadios, tensos, mas prazerosos ao mesmo tempo! Tudo deu certo e estamos felizes com o resultado", afirma Minae. Com mais esta vitória, no acumulado, a FD Rally Team agora está 21min39s à frente do segundo colocado.

A estratégia da equipe é manter a cautela, mesmo com os resultados positivos: "O resultado que conquistamos significa que as coisas estão dando certo. Agora vamos administrar essa vantagem, mas com a mesma tocada: segura, tranquila e sem arriscar a nossa posição no acumulado", conta Fontoura.

Nesta quarta-feira, 27, o Rally dos Sertões entra na etapa 4, ainda no Noroeste de Minas Gerais, saindo de Paracatu e chegando a São Francisco. Será mais um dia longo, com 363,85 quilômetros somente de Especial e mais 221 de deslocamentos. Até sábado, 30, sétimo e último dia de rali, a caravana do rali vai atingir a marca dos 2.679 quilômetros.

Acompanhe todas as notícias e fotos da Equipe FD Rally Team pelo Facebook:http://migre.me/iWCqX.

A FD Rally Team, equipe da região de Alphaville (SP), conta com patrocínio da Fontoura Dias Stands e apoio da Ralliart Brasil (divisão da Mitsubishi Motors Brasil).

Resultado 3ª etapa - Super Production (extra-oficial) - 26/8
1) 331 Glauber Fontoura/Minae Miyauti, 2h47min35s
2) 312 Régis Braga/Kika Braga, 2h49min53s
3) 376 Célio Neto/Arthur Di Pace, 2h53min23s
4) 337 Alberto Wanderley/Luciano Wanderley, 3h11min42s
5) 378 Ricardo Aguiar/Arnaldo Castro Filho, 3h33min27s

Acumulado após três etapas - Super Production (extra-oficial)
1) 331 Glauber Fontoura/Minae Miyauti, 5h43min9s
2) 376 Célio Neto/Arthur Di Pace, 6h4min48s
3) 312 Régis Braga/Kika Braga, 6h5min17s
4) 378 Ricardo Aguiar/Arnaldo Castro Filho, 7h22min10s
5) 337 Alberto Wanderley/Luciano Wanderley, 9h51min38s

27/08 - 4ª etapa - Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135,24 km
Trecho especial: 363,85 km
Deslocamento final: 86,21 km
Total do dia: 585,30 km

-------------------------------------------------------------------------------------------


Equipe Candide fecha 3o. dia com mais um resultado positivo e sobe no acumulado

Marcelo Damini e Carlos Brites completaram a prova entre Catalão(GO) e Paracatu(MG) com o segundo melhor tempo da categoria


Após três dias de disputas, mais um bom resultado para o piloto de Santos (SP), Marcelo Damini, e Carlos Brites, navegador do Rio de Janeiro(RJ). Pela segunda etapa consecutiva, a dupla conquistou o segundo lugar na Production T2 do 22º Rally dos Sertões, o que rendeu três posições de vantagem no acumulado da categoria. Para conquistar esta classificação, a dupla andou no limite e sem surpresas. Foram 209,86 quilômetros de especial percorridos em 2h57min28s.

"Foram pouco mais de 20 segundos de diferença para a dupla primeira colocada, e isto mostra que andamos em um ritmo forte. Eram trechos bem soltos, com piçarras e uma Especial técnica, que exigiu da nossa concentração. O importante foi que evoluímos e conseguimos subir mais no acumulado", comemora Brites. A dupla do carro #328 subiu da 7ª para 4ª posição da categoria, no acumulado.

O único representante de Santos na competição fala das expectativas para os próximos dias. "Hoje andamos dentro do nosso ritmo e conseguimos mais um bom resultado. O mais importante é que estamos completando todos os dias, sem problemas com o carro. Ainda tem muito Sertões pela frente, além da etapa Maratona que será a quinta etapa. Então vamos continuar com a mesma tocada", explica Damini. 

Nesta quarta-feira, 27, o Rally dos Sertões entra no quarto dia de rali. Sai de Paracatu e segue para São Francisco, ainda em Minas Gerais. A quarta etapa terá 363,85 quilômetros de trechos cronometrados e mais de 221 de deslocamentos. Até o sábado, 30, a caravana do 22º Rally dos Sertões vai completar 2.679 quilômetros, chegando a Belo Horizonte (MG).

Confira todas as notícias da Equipe Candide durante o Rally dos Sertões pelo Facebook:http://migre.me/l6FNd 

A dupla Marcelo Damini e Carlos Brites é patrocinada pela Candide. 

Resultado 3ª etapa (26/08) - Categoria Production T2 (extra-oficial)
1) 317 Thiago Silva/Ivo Mayer, 2h57min4s
2) 328 Marcelo Damini/Carlos Brites, 2h57min28s
3) 318 Wagner Roncon/Joselito Melo Jr 2h58min9s
4) 354 Vilson Thomas/William Thomas, 2h58min44s
5) 352 Pedro Rado Filho/Joa Bicudo Filho, 2h58min53s

Acumulado após três etapas - Categoria Production T2 (extra-oficial)
1) 354 Vilson Thomas/William Thomas, 6h14min42s
2) 317 Thiago Silva/Ivo Mayer, 6h18min14s
3) 340 Pietro Branchina Neto/Henry Kirst, 6h18min20s
4) 328 Marcelo Damini/Carlos Brites, 6h24min45s
5) 357 Nadimir Oliveira/Ricardo Silva, 6h28min8s

27/08 - 4ª etapa - Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135,24 km
Trecho especial: 363,85 km
Deslocamento final: 86,21 km
Total do dia: 585,30 km

--------------------------------------------------------------------------------------------------

Rally dos Sertões: Bull Sertões Rally Team completa mais uma etapa no dia em que o rali chega a MG


Michel Terpins/Sven von Borries fecham em sexto, enquanto Rodrigo Terpins/Fabrício Bianchini em sétimo na Protótipos T1 no terceiro dia

A caravana do Rally dos Sertões chegou nesta terça-feira a Minas Gerais, mais precisamente Paracatu, destino dos competidores na terceira etapa. A equipe paulista Bull Sertões Rally Team levantou poeira com os seus T-Rex e cumpriu mais uma etapa da maior prova off-road do País. Desta vez, o percurso foi mais longo aproximadamente 360 quilômetros, entre Catalão (GO) a cidade mineira, dos quais 209 de trechos cronometrados.

A dupla do carro #322 de Michel Terpins e Sven von Borries completou a Especial em 2h53m27s e garantiu o sexto lugar na Protótipos T1. No acumulado dos dias estão na oitava posição. "Foi um dia bem legal, com bastante navegação. Tivemos de driblar um problema com a ventoinha e como o motor esquentou tivemos de tirar o pé e perdemos potência, mas o importante foi finalizar o dia sem maiores prejuízos", explica o navegador Sven. O piloto Michel está focado em manter um bom ritmo e completar a cada dia. "Hoje tivemos piso rápido e escorregadio e trechos travados e, ainda, muita poeira, agora é pensar na próxima etapa onde teremos um dia longo, mas sempre em uma boa tocada para chegar bem e de preferência melhorando o resultado gradativamente", afirma.

Logo atrás finalizou a Especial Rodrigo Terpins e Fabrício Bianchini do carro #326. A dupla completou em 2h54m45s e com o resultado ocupa a sexta posição da categoria. "Estou mais confiante, já bem adaptado ao carro e a cada dia a tocada melhora, isto aliado à boa sintonia com o Fabrício estamos evoluindo. Até aqui finalizamos todos os dias e isto é positivo", analisa Rodrigo. Para o Bianchini a estreia como navegador e na categoria Carros está sendo bem produtiva. "Estou adorando tudo, o carro é confortável - para quem estava acostumado com a moto - e bem competitivo. A navegação hoje foi tranquila, porque para mim quanto mais difícil melhor", diz o navegador.

Dos 45 carros que começaram o rali, 43 continuam na prova. Participam ainda as categorias Motos, Quadriciclos, UTVs e Caminhões. Nesta quarta-feira, os competidores passam da metade do percurso, dos cerca de 2.600 quilômetros do total. O destino será a cidade mineira de São Francisco e o desafio será completar os 585 quilômetros do dia, sendo 363 de trechos cronometrados.

Para acompanhar as notícias da equipe Bull Sertões Rally Team durante o rali acesse também a página no Facebook: http://migre.me/l0mjN 

A equipe Bull Sertões Rally Team conta com patrocínio da Bull Sertões, 100% Eventos, Xarla e apoio da equipe MEM.

Resultado 3ª Etapa - 26/8 (resultado extraoficial): seis primeiros
Categoria Protótipos T1
1 #364 ROMEU FRANCIOSI/ROGEIRINHO DE ALMEIDA 02h40min58s
2 #320 SYLVIO BARROS/EDUARDO BAMPI 02h44min03s
3 #360 JOÃO FRANCIOSI/RAFAEL CAPOANI 02h44min48s
4 # 345 LUIS NACIF/ FILIPE OLIVEIRA 02h45mim
5# 322 MICHEL TERPIS/SVEN von BORRIES 02h53min27s
6# 326 RODRIGO TERPINS/ FABRÍCIO BIANCHINI 02h54min33s

Programação 4ª etapa - 22ª edição Rally dos Sertões:
27/08 - 4ª etapa - Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135,24 km
Trecho especial: 363,85 km
Deslocamento final: 86,21 km
Total do dia: 585,30 km
-------------------------------------------------------------------------------------------------------

No dia em que o rali chegou a Paracatu, Facco e Ribeiro fecharam em quarto

Dupla da Equipe Acelera Siriema cumpre mais uma etapa, que contou com 209 km de Especiais. Nesta quarta-feira o rali segue para São Francisco.

Duzentos e nove quilômetros de trechos cronometrados foi o desafio da terça-feira para os competidores que disputam a 22ª edição do Rally dos Sertões. A prova teve largada em Catalão, no interior de Goiás, e chegou à primeira cidade mineira do roteiro, Paracatu, sendo que o total do dia foi de 360 quilômetros. Luiz Facco e Humberto Ribeiro, da Equipe Acelera Siriema, completaram a Especial em 2h55m45s e classificaram-se na quarta posição da categoria Pró Brasil.

A dupla começou bem a Especial e andava em ritmo forte, mas por volta do km 80 teve um problema mecânico e perdeu preciosos minutos que custaram importantes posições no grid da categoria. "Largamos muito bem pela manhã, andávamos bem forte quando tivemos o incidente e perdemos alguns minutos para retornar. Tentamos nos recuperar mas não foi possível", explica Facco. "Foi uma Especial atípica, bem diferente das que estamos acostumados a enfrentar no Sertões, com piso duro, ás vezes escorregadio, mas sem quebradeira ou maiores dificuldades", destaca o piloto que completa 11 participações e já conquistou dois títulos na Super Production (2009 e 2010) , neste prova considerada a maior competição off-road do Brasil.

Para a Ribeiro, a navegação transcorreu na normalidade. "Dos 209 quilômetros de Especial, cerca de 70 eram com radar, então sobrou cerca de 140 para acelerar, mas foi importante completarmos mais uma etapa. Agora é nos preocupar com a próxima que terá cerca de 385 de trechos cronometrados e parece que teremos diversão", afirma o navegador, que em 2014 completou 10 anos de Rally dos Sertões.

Diferentemente o que foi publicado no release anterior, quando foi noticiado que a dupla havia vencido na categoria na segunda etapa, conforme o resultado extra-oficial divulgado, Facco e Ribeiro terminaram em sétimo na Pró Brasil. Devido a uma penalização de radar que foi divulgado mais à noite, onde foram acrescentados mais 10 minutos ao tempo da dupla.

A quarta etapa será a mais longa da 22ª edição, os competidores terão de percorrer 585,30 quilômetros no dia, sendo 363,85 de trechos cronometrados. No caminho estradas com muitas depressões e pedras, trechos de areia, três ravessias de rios e trechos sinuosos e rápidos. O destino será a cidade de São Francisco. Após percorrer sete etapas e mais de 2.600 quilômetros, o Rally dos Sertões termina neste sábado, 30, em Belo Horizonte.

Etapas válidas pelo Brasileiro de Cross Country - Atuais vice-líderes do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, na Pró-Brasil, Facco e Ribeiro foram campeões em 2013 na categoria e disputam o Rally dos Sertões também de olho no ranking. As três primeiras etapas do rali somaram pontos para a 9ª, 10ª e 11ª etapa do certame nacional.

Para acompanhar as notícias da Equipe Acelera Siriema acesse a página no Facebook: http://migre.me/jaI3x e também conheçam o novo site da equipe www.acelerasiriema.com.br 

A Equipe Acelera Siriema, com sede na região de Alphaville (SP), conta com o patrocínio da Gonçalves S/A Indústria Gráfica, Yokohama e apoio da Fontoura Dias Stands e Acelera Siriema Rally.

Resultado (extra-oficial) Categoria Pró Brasil - 3ª etapa
1º José Jorley Júnior e Maykel Justo, 02h44min28s
2º José Sawaya e Marcelo Haseyama, 02h49min43s
3º Jorge Wagenrurh Júnior e Joel Kravtchenco, 02h52min52s
4º Luiz Facco e Humberto Ribeiro, 02h55min45s
5º Mauro Guedes e Neurivan Calado, 03h00min01s

Programação - 4ª etapa Rally dos Sertões 2014
27/08 - Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135,24 km
Trecho especial: 363,85 km
Deslocamento final: 86,21 km
Total do dia: 585,30 km

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Rally dos Sertões 2014 - Notícias 3

Vitória de Luiz Facco e Humberto Ribeiro na Pró Brasil, na 2ª etapa do Rally dos Sertões 


Nesta terça-feira, 25, a caravana do Rally dos Sertões chegou à cidade goiana de Catalão. A segunda Especial da 22ª edição da competição, que inicialmente teria 202 quilômetros foi encurtada para apenas 68 e a dupla Luiz Facco e Humberto Ribeiro, da Equipe Acelera Siriema, foi a mais rápida do dia na categoria Pró Brasil, com o tempo de 52m23s. Segundo informações, a organização reduziu o trecho por medida de segurança, inclusive o local da largada foi alterado e houve atraso no horário da largada.

"Foi uma Especial bem curta, mas assim mesmo, teve variações de terrenos e mesclou trechos rápidos com outros sinuosos. Tudo ocorreu dentro da normalidade e o carro esteve perfeito e conseguimos um bom resultado", afirma Facco, que pilota uma Mitsubishi L200 Triton SR.

Segundo o navegador, mesmo com a redução da Especial a navegação foi exigente. "Como haviam muitos radares precisávamos ficar ligados também, parecia um trecho de serra um subidas e descidas, com mata-burros, piso duro e não podíamos tirar o olho da planilha, mas foi um Especial boa", explica Ribeiro.

Na etapa anterior a dupla teve problemas com o carro. Facco vinha imprimindo um ritmo forte na prova quando de repente no Km 50 (a Especial era de 155 quilômetros), o carro parou sem explicação e não ligou mais, tentaram de tudo, mas foi em vão. Depois descobriram que foi devido a um sensor que impediu que o equipamento funcionasse e com este incidente a dupla não pode completar a primeira etapa do rali.

Terça-feira a caravana do Rally dos Sertões sairá de Goiás rumo a Paracatu, em Minas Gerais. O desafio será enfrentar 209 quilômetros, de um total de 360 de percurso. No caminho os competidores terão trechos de velocidades variadas, estrada de cascalho, piçarras, trechos sinuosos em meio a fazenda e muitas curvas. Participam da 22ª edição aproximadamente 200 competidores das categorias Carros, Motos, Caminhões, Quadriciclos e UTVs. Serão sete etapas, sendo que a chegada será em Belo Horizonte, neste sábado, 30.

Para acompanhar as notícias da Equipe Acelera Siriema acesse a página no Facebook: http://migre.me/jaI3x e também conheçam o novo site da equipe www.acelerasiriema.com.br 

A Equipe Acelera Siriema, com sede na região de Alphaville (SP), conta com o patrocínio da Gonçalves S/A Indústria Gráfica, Yokohama e apoio da Fontoura Dias Stands e Acelera Siriema Rally.

Resultado Extra-Oficial 2ª Etapa (25/8) - Categoria Pró Brasil
1º Luis Facco e Humberto Ribeiro, 00:52:25
2º Mauro Guedes e Neurivan Calado, 00:52:50
3º Jorge Wagenhuhr Júnior e Joel Kravt Chenco, 00:53:39
4º Jorley Júnior e Maukel Justo, 00:53:58
5º José Sawaya/ Marcelo Haseyama 00:56:50

Programação - 3ª etapa dao Rally dos Sertões
26/08 - Catalão (GO)/Paracatu (MG)
Deslocamento inicial: 22 km
Trecho especial: 206 km
Deslocamento final: 132 km
Total do dia: 356 km

------------------------------------------------------------------------------------------------

FD Rally Team vence novamente e lidera no acumulado na Super Production

Glauber Fontoura e Minae Miyauti foram os mais rápidos no segundo dia e abrem vantagem de 15min. Etapa desta segunda-feira saiu de Caldas Novas e chegou a Catalão

Foco é a palavra de ordem na equipe paulista FD Rally Team. Afinal de contas, Glauber Fontoura e Minae Miyauti estão em busca do bicampeonato na categoria Super Production e as estratégias têm dado certo até agora. Na tarde desta segunda-feira, percorrendo o estado de Goiás, a dupla venceu a segunda etapa deste 22º Rally dos Sertões, com pouco mais de dois minutos de vantagem, mesmo com a redução do trecho cronometrado.

A prova que saiu de Caldas Novas e chegou a Catalão, tinha no início a previsão de 202,23 quilômetros, mas por motivos de segurança, a organização reduziu para 78 quilômetros de especial. Segundo a Dunas Race, empresa responsável pelo evento, em um ponto específico estava ocorrendo problemas no fechamento do trecho, devido ao trânsito de pessoas e outros veículos.

A alteração não prejudicou o desempenho da FD Rally Team que aprovou o percurso e a performance do novo carro: "Foi um dia tranquilo, uma especial rápida, com partes sinuosas, trechos de trial, mata-burros e algumas curvas. Conseguimos manter o mesmo ritmo de ontem e sem arriscar nossa posição. O carro é muito bom e estamos bem satisfeitos com o desempenho dele", afirma Fontoura, que estreou neste ano uma Mitsubishi L200 Triton ERS.

Com a vitória desta segunda-feira, a dupla é líder da Super Production com vantagem de aproximadamente 15 minutos e ocupa a sexta posição na classificação geral dos carros. Os bons resultados ainda exigem foco total para a próxima etapa desta terça-feira: "A navegação tem sido intensa e é necessário ter muita atenção. Para amanhã, é manter a mesma tocada e correr com foco para manter a liderança da categoria", declara Minae.

A terceira etapa do Sertões chegará a Minas Gerais, na cidade de Paracatu. Será um dia longo, com 360,45 quilômetros de rali, sendo 209,86 somente de especial. Vale lembrar que neste ano o segundo maior rali do mundo terá apenas sete provas, ao invés de dez, como nos anos anteriores. A caravana do evento chegará a Belo Horizonte(MG) no sábado, 30, após percorrer 2.679 quilômetros.

Para acompanhar as notícias da Equipe FD Rally Team acesse também a página no Facebook: http://migre.me/iWCqX.

A FD Rally Team, equipe da região de Alphaville (SP), conta com patrocínio da Fontoura Dias Stands e apoio da Ralliart Brasil (divisão da Mitsubishi Motors Brasil).

Resultado 2ª etapa - Super Production (extra-oficial)
1) 331 Glauber Fontoura/Minae Miyauti, 53min15s
2) 376 Célio Neto/Arthur Di Pace, 55min19s
3) 312 Régis Braga/Kika Braga, 57min10s
4) 378 Ricardo Aguiar/Arnaldo Castro Filho, 1h5min13s
5) 337 Alberto Wanderley/Luciano Wanderley, 1h9min55s

Acumulado após duas etapas - Super Production (extra-oficial)
1) 331 Glauber Fontoura/Minae Miyauti, 2h55min34s
2) 376 Célio Neto/Arthur Di Pace, 3h11min24s
3) 312 Régis Braga/Kika Braga, 3h15min24s
4) 378 Ricardo Aguiar/Arnaldo Castro Filho, 3h48min42s
5) 337 Alberto Wanderley/Luciano Wanderley, 6h39min55s

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Edu Piano/Solon Mendes/Carlos Sales vencem no segundo dia e lideram no acumulado 
Equipe Ford Racing Trucks/Território Motorsport é a mais rápida também na etapa que chegou a Catalão. Nesta terça (26) o rali chega à cidade mineira de Paracatu

O trio Edu Piano, Solon Mendes e Carlos Sales, da Ford Racing Trucks/Território Motorsport venceu mais uma. Nesta segunda-feira, a equipe faturou a segunda etapa do Rally dos Sertões, que largou em Caldas Novas e chegou a Catalão, com o tempo de 59m59s. Com duas vitórias seguidas, além de ter vencido o Prólogo, a equipe segue na liderança no acumulado com um total de 3h24m19s e 2m52s de vantagem.

Os competidores esperavam um trecho cronometrado de 202 quilômetros, no entanto, acabaram percorrendo apenas 68, pois a organização reduziu a Especial por questão de segurança. Mesmo curta, o percurso exigiu cautela como explica Piano, hexacampeão do Rally dos Sertões, com 19 participações consecutivas:

"Mesmo curta a Especial foi travada, quebradeira, mas muito boa. Foi importante vencer mais uma etapa e nos manter na liderança neste início de Sertões. O caminhão não teve problemas, foi tranquilo e passará apenas por uma revisão hoje para largamos para uma etapa mais longa."

Meu dia foi bom e tranquilo, a navegação foi muito legal, fizemos uma prova perfeita e não tomamos penalização, mas vários ponteiros foram penalizados.O caminhão também se comportou bem e, agora, é somente uma manutenção preventiva, para amanhã acelerar de novo", diz o experiente navegador Mendes, que é o cearense com mais títulos na competição.

A bordo do F4000 Território 4x4, preparado pela equipe de Tatuí (SP), o trio que conquistou o título do ao passado, sai de Goiás e adentra o estado mineiro, nesta terça-feira. O destino será Paracatu com um total de 360,45 quilômetros de percurso, dos quais 209,86 de trechos cronometrados. O dia promete mas os atuais campeões estão preparados para superar mais um desafio. O Rally dos Sertões termina no dia 30 de agosto, em Belo Horizonte. Nesta edição 2014 o rali terá sete etapas.

Mais informações no site www.territoriomotorsport.com.br/rally ou na página da equipe no Facebook http://migre.me/l4b7p 

A equipe Ford Racing Trucks/Território Motorsport, que tem sede em Tatuí, no interior de São Paulo, tem parceria com: Ford Caminhões, Cummins, Garrett, Tortuga, Termicom, Truckvan, SuperCooler, Platodiesel, Fix, Território 4x4 Comercial e Casa Domingues de Pianos.

Resultado Extra-oficial - Etapa 2 - Categoria Caminhões
1 #401 EDU PIANO/SOLON MENDES/ANTONIO SALES (FORD RACING TRUCKS) 0h59min59s
2 #404 KENNER GARCIA/RAFAEL BELLO/RAPHAEL BETTONI (COMPETIKAR) 1h01min23s
3 #403 FELICIO BRAGANTE/EVANDRO BAUTZ/PACO CORDER (ASA ALUMÍNIO RALLY TEAM) 1h46min44s
4 #402 GUIDO SALVINI/FLAVIO BISI/FERNANDO CHWAIGERT (MOBIL DELVAC SALVINI RACING) 2h00min00s

Acumulado, após duas etapas:
Categoria Caminhões
1 #401 EDU PIANO/SOLON MENDES/ANTONIO SALES (FORD RACING TRUCKS) 3h24min09s
2 #404 KENNER GARCIA/RAFAEL BELLO/RAPHAEL BETTONI (COMPETIKAR) 3h27min01s
3 #403 FELICIO BRAGANTE/EVANDRO BAUTZ/PACO CORDER (ASA ALUMÍNIO RALLY TEAM) 4h14min44s
4 #402 GUIDO SALVINI/FLAVIO BISI/FERNANDO CHWAIGERT (MOBIL DELVAC SALVINI RACING) 6h06min40s

Programação 3ª etapa Rally dos Sertões
26/08 - Catalão (GO)/Paracatu (MG)
Deslocamento inicial: 22,2 km
Trecho especial: 209,86 km
Deslocamento final: 128,39 km
Total do dia: 360,45 km

-----------------------------------------------------------------------------------------------

Piloto de Santos termina etapa 2 em segundo e sobe oito posições na categoria no Rally dos Sertões

Na etapa entre Caldas Novas e Catalão, dupla da Equipe Candide Marcelo Damini e Carlos Brites tem bom desempenho na Production T2

Quem disputa o Rally dos Sertões sabe que, um dia de resultados insatisfatórios pode ser superado na etapa seguinte. Foi exatamente o que aconteceu à Equipe Candide, que conseguiu o segundo melhor tempo da categoria Production T2 nesta segunda-feira, subindo oito posições em relação ao dia anterior. A segunda etapa do rali foi bem técnica, rápida e encurtada, por motivos de segurança. Dos 202,23 quilômetros previstos, a prova teve somente 68 quilômetros devido a um problema de fechamento de Especial. Mesmo assim, Marcelo Damini, único representante da Baixada Santista (SP) na competição e o navegador Carlos Brites conseguiram ser rápidos a ponto de diminuírem as diferenças de tempos do dia e no acumulado.

O acerto da suspensão da Mitsubishi TR4 ER foi uma das estratégias que foi positiva, segundo Damini: "O carro se comportou melhor do que ontem, porque mexemos novamente na configuração da suspensão. Cada dia é um progresso. Vamos ver o que vem para amanhã, porque hoje o objetivo já foi alcançado, de finalizar a especial". A dupla do carro #328 está em sétimo lugar no acumulado da Production T2.

Conciliar agilidade, cautela e não cometer erros também foi um grande desafio para a dupla na etapa: "Foi uma Especial com trechos sinuosos e que exigiu muita navegação e concentração o tempo todo. No geral, foi um dia bom porque não houve erros e também não levamos penalização", afirma Brites.

A terceira etapa sairá de Goiás e entrará em Minas Gerais. O trecho entre Catalão e Paracatu será longo, com 360,45 quilômetros, sendo 209,86 de especial. Até sábado, 30, serão 2.679 quilômetros percorridos em sete etapas, quando o rali termina em Belo Horizonte (MG). Vale destacar que nesta edição o Rally dos Sertões ganhou nova configuração e tem sete dias de prova. Nos anos anteriores, o segundo maior rali do mundo era disputado em dez dias.

Acompanhe o dia a dia da Equipe Candide durante o Rally dos Sertões pelo Facebook:http://migre.me/l6FNd 

A dupla Marcelo Damini e Carlos Brites é patrocinada pela Candide. 

Resultado 2ª etapa (25/08) - Categoria Production T2 (extra-oficial)
1) 354 Vilson Thomas/William Thomas, 57min18s
2) 328 Marcelo Damini/Carlos Brites, 58min36s
3) 352 Pedro Rado Filho/Joa Bicudo Filho, 59min10s
4) 340 Pietro Branchina Neto/Henry Kirst, 59min30s
5) 319 Marcus Kffuri/Rodrigo Czech, 59min32s

Acumulado após duas etapas - Categoria Production T2 (extra-oficial)
1) 354 Vilson Thomas/William Thomas, 3h15min57s
2) 340 Pietro Branchina Neto/Henry Kirst, 3h18min47s
3) 357 Nadimir Oliveira/Ricardo Silva, 3h19min3s
4) 319 Marcus Kffuri/Rodrigo Czech, 3h20min46s
5) 317 Thiago Silva/Ivo Mayer, 3h21min9s
6) 333 Paulo Amato/Rodrigo Mello, 3h21min46s
7) 328 Marcelo Damini/Carlos Brites, 3h27min16s
8) 347 Fabricio Silva/Luiz Pugliese, 3h30min38s
9) 344 Marcelo Mendes/Luis Felipe Eckel, 3h31min26s
10) 363 Marco Tulio Lana/Leonardo Silva, 3h32min47s

----------------------------------------------------------------------------------------------

Sertões cumpre segunda etapa, e X Rally Team recupera terreno


Marcos Baumgart/Kleber Cincea subiram da quarta para a segunda posição no acumulado, enquanto Cristian Baumgart/Beco Andreotti foram punidos no dia anterior, mas ganharam tempo nesta segunda-feira (25)

25/08 - 2ª etapa - Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
Deslocamento inicial: 171 km
Trecho especial: 70 km
Deslocamento final: 19 km
Total do dia: 260,36 km

O Rally dos Sertões cumpriu mais 260 quilômetros no segundo dia de competição, que teve o trecho cronometrado de 202 para apenas 70 quilômetros por razões de segurança. E a etapa que saiu de Caldas Novas chegando a Catalão apontou mudanças entre os quatro primeiros colocados da categoria Carros.

A segunda-feira já havia começado com mudanças, já que a dupla formada por Cristian Baumgart e Beco Andreotti fora punida na primeira etapa com o acréscimo de cinco minutos no tempo total de prova por não terem passado por um waypoint (ponto de referência estabelecido por GPS) no deslocamento final até Caldas Novas.

Dos cinco minutos de penalização, a dupla do Ford Ranger 4x4 #316 do X Rally Team/NWM recuperou 1min42s, já que terminou os 70 quilômetros de hoje a apenas 18 segundos atrás da dupla vencedora da etapa, Guilherme Spinelli/Youssef Haddad, de Mistubishi ASX. 

"O trecho hoje foi muito rápido mesmo, e estivemos bem o tempo todo até encontrarmos o (Reinaldo) Varela pela frente e não conseguimos a ultrapassagem. Por isso ficamos 30 quilômetros - quase a metade da especial - andando na poeira do carro dele. Chegamos a parar o nosso carro algumas vezes para que pudéssemos andar enxergando alguma coisa à frente", reclamou Cristian.

Reinaldo Varela havia terminado em terceiro, mas foi punido pelos comissários desportivos por não ter respeitado a velocidade mínima em uma das zonas de radar do trecho. Assim, o piloto e o navegador Gustavo Gugelmin levaram dez minutos de penalização, caindo, assim, para o quarto lugar na etapa e no geral acumulado.

Com isso, Marcos Baumgart/Kleber Cincea, do Ford Ranger 4x4 #303 terminaram o dia na terceira posição e subiram para o segundo posto no acumulado das duas primeiras etapas, atrás dos líderes Spinelli/Haddad. "Estamos muito mais acostumados ao carro, e isso nos permite ir além. A especial de hoje foi muito gostosa de guiar, mas até acho que poderíamos ter ido um pouco melhor, não fosse uma referência perdida na zona de radar, o que nos custou um pouco. De qualquer forma, amanhã tem mais e acho que a equipe está muito bem", afirmou.

Nesta terça-feira (26) o Rally dos Sertões se despede do estado de Goiás e entra no território de Minas Gerais, com parada na cidade de Paracatu. Os competidores enfrentarão um total de 360 quilômetros, 209 deles de trechos cronometrados.

Confira os tempos da segunda etapa (cat. T1 FIA)
1-) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (Mitsubishi ASX) - 48min30s
2-) Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Ford Ranger) - 48min48s (-18s)
3-) Marcos Baumgart/Kleber Cincea (Ford Ranger) - 50min22s (-1min51s)
4-) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Toyota Hilux) - 59min57s (-10min26s)*
*Punido com acréscimo de 10 minutos no tempo total por não respeitar a velocidade limite em uma zona de radar. Tempo já somado ao resultado

GERAL ACUMULADO:
1-) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (Mitsubishi ASX) - 2h40min45s
2-) Marcos Baumgart/Kleber Cincea (Ford Ranger) - 2h42min55s
3-) Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Ford Ranger) - 2h44min15s
4-) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Toyota Hilux) - 2h50min15s*
Com os 10 minutos de punição já somados

---------------------------------------------------------------------------------------------

Rally dos Sertões chega a etapa 2 e Rodrigo e Michel Terpins fecham entre os Top 6 da Protótipos T1

Duplas da Equipe Bull Sertões Rally Team largam nesta terça (25) rumo a Paracatu, primeira cidade mineira do roteiro

E a maior prova off-road do Brasil já cumpriu duas das sete etapas da 22ª edição. Na segunda-feira, o Rally dos Sertões largou de Caldas Novas para Catalão, ainda em terras goianas, mas inicialmente o trecho cronometrado que seria de 202 quilômetros foi reduzido para apenas 68, por razões de segurança. Mesmo encurtada, a Especial agradou aos competidores. Da categoria Carros largaram 43. As duplas da Equipe Bull Sertões Rally Team conquistaram as quinta e sexta posições na categoria Protótipos T1. Michel Terpins e Sven von Borries fecharam em quinto, com 55m58s, e logo atrás, Rodrigo Terpins e Fabrício Bianchini, em sexto com 58m09s. Os irmãos Terpins pilotam pela primeira vez um T-Rex na competição.

Michel, o mais novo dos Terpins, 37 anos, fez uma corrida de recuperação ao lado de Borries, uma vez que na etapa anterior não completaram a prova, devido a uma capotagem que os tirou da disputa do dia. E ficou satisfeito com o resultado. "Mesmo com Especial encurtada e muito pó, conseguimos fazer oito ultrapassagens o que estrategicamente foi muito bom", diz o piloto do carro #322.

"O trecho foi muito rápido, mas com vários radares de ponte que exigiram atenção redobrada na navegação, mas fomos bem e finalizamos a etapa sem sustos, desta vez", afirma o navegador Borries, que aos 14 anos em 1995, foi o primeiro campeão na Geral dos Carros, quando navegou para o lado do pai.

Em outro T-Rex, carro #326, Rodrigo de 41 anos, ficou satisfeito por ter completado mais um dia e também por estar mais adaptado ao carro. "Com vários tipos de terrenos, foi uma prova bem parecida com a da primeira etapa e por isto achei muito bacana. Haviam trechos mais escorregadios em piso de cascalho e a visibilidade ficou muito prejudicada devido à poiera. Mas depois dos acertos a suspensão melhorou bem e estou também mais seguro para pilotar o carro que nos surpreende a cada etapa", explica o piloto que pela primeira vez faz dupla no Sertões com Bianchini, que por sua vez, vem de onze edições competindo pela categoria Motos e trouxe também sua experiência e habilidade para a dupla. Com o resultado do dia, a dupla sobre para a sétima posição no acumulado da Protótipos T1.

Nesta terça-feira (26) o Rally dos Sertões se despede do estado de Goiás e entra em território mineiro, com destino a Paracatu. Os competidores enfrentarão um total de 360 quilômetros, 209 deles de trechos cronometrados. O rali termina no sábado, 30, em Belo Horizonte.

Para acompanhar as notícias da equipe Bull Sertões Rally Team durante o rali acesse também a página no Facebook: http://migre.me/l0mjN 

A equipe Bull Sertões Rally Team conta com patrocínio da Bull Sertões, 100% Eventos, Xarla e apoio da equipe MEM.

Resultado 2ª etapa - Protótipos T1 (25/08)

1) JOAO FRANCIOSI /RAFAEL CAPOANI - 00:50:24
2) ROMEU FRANCIOSI /ROGERINHO ALMEIDA 00:51:14
3) LUIS NACIF FILIPE OLIVEIRA RANGE-ROVER - 00:52:54
4) ROBERTO REIJERS/ FAUSTO DALLAPE - 00:55:28
5) MICHEL TERPINS/SVEN VON BORRIER - 00:55:08
6) RODRIGO TERPINS/ FABRÍCIO BIANCHINI - 00:58:09
7) DAVISON RABECCHI/ ELSON MENESES - 00:58:09


Programação 3ª etapa Rally dos Sertões:

26/08 - Catalão (GO)/Paracatu (MG)
Deslocamento inicial: 22,2 km
Trecho especial: 209,86 km
Deslocamento final: 128,39 km
Total do dia: 360,45 km

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Rally dos Sertões 2014 - Notícias 2

Glauber Fontoura e Minae Miyauti vencem a primeira etapa na Super Production.

Dupla marca o melhor tempo na categoria no trecho entre Goiânia e Caldas Novas. Segunda-feira (25) a caravana do rali segue para Catalão

O Rally dos Sertões começou para valer neste domingo. A primeira etapa que ligou a capital goiana à Caldas Novas (GO) foi exigente e mostrou que o rali não vai dar moleza aos competidores. A primeira etapa da 22ª edição teve um pouco mais de 155 quilômetros de trechos cronometrados, de um total de 216, e não admitiu falhas. A dupla Glauber Fontoura e Minae Miyauti, da Equipe FD Rally Team largou na frente, manteve o ritmo e foi a mais rápida da Super Production, com 2h02m19s.

Nesta edição, Fontoura pilota um novo carro que está estreando no Rally dos Sertões, uma Mitsubishi L200 Triton ERS, diferente da Triton anterior, com a qual foi campeão da edição do ano passado na categoria. "O carro está muito bom e respondeu bem às dificuldades da Especial de hoje estou bem satisfeito com o desempenho até agora", afirma o piloto.

"Foi uma Especial rápida, traiçoeira em alguns trechos e com muitas lombas ao longo do percurso. Tanto que aconteceram alguns acidentes e alguns competidores passaram mal. Mas no geral gostei bastante e soubemos usa da vantagem de ter largado em primeiro", explica Fontoura, se referindo ao Prólogo do sábado, quando marcaram o melhor tempo na categoria.

Segundo a navegadora, foi um dia de navegação intensa. "A Especial teve variações de terrenos, curvas, trechos de alta, mas o que marcou mesmo foram a lombas e saltos, de qualquer forma foi muito bom conquistar esse resultado já na primeira etapa", diz Minae.

Etapa 2 - Neste ano são sete etapas e dois Estados a percorrer, com um percurso de mais de 2.600 quilômetros. Nesta segunda-feira, 25, os competidores seguem rumo a Catalão, ainda no estado do Goiás. O trecho cronometrado será mais longo, com aproximadamente 202 quilômetros de um total de 260, com trechos travados, trilhas em meio a canaviais e eucaliptos e que exigirá muito mais navegação. O rali termina no sábado, 30 , em Belo Horizonte.

Para acompanhar as notícias da Equipe FD Rally Team acesse também a página no Facebook: http://migre.me/iWCqX.

Resultado extra-oficial 24/08 - Categoria Super Production (cinco primeiros)

1)GLAUBER FONTOURA/MINAE MIYAUTI - 02:02:19
2)CELIO NETO/ARTHUR DI PACE - 02:16:05
3)REGIS BRAGA/ KIKA BRAGA - 02:18:14
4)RICARDO AGUIAR/ ARNALDO CASTRO FILHO - 02:43:29
5)BARTOLOMEU NUNES / LUIZ AFONSO POLI - 02:53:03


Programação Rally dos Sertões - 2ª etapa

25/08 - Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
Deslocamento inicial: 39,54 km
Trecho especial: 202,23 km
Deslocamento final: 18,59 km
Total do dia: 260,36 km

-------------------------------------------------------------------------------

Vitória de Edu Piano/Solon Mendes/Carlos Sales na primeira etapa do Rally dos Sertões
Ford Racing Trucks/Território Motorsport dribla problemas com freios e chega a Caldas Novas (GO) na frente, nos Caminhões

O primeiro dia do Rally dos Sertões já instigou os competidores, pois a etapa 1 que ligou Goiânia a Caldas Novas, em Goiás, mostrou que o roteiro da 22ª edição vai dar trabalho. Mas são estas dificuldades e, principalmente, os desafios que fazem todos os anos centenas deles retornarem ao grid da maior prova off-road do Brasil, o que dirá o paulista Edu Piano, 19 participações consecutivas, e o cearense Solon Mendes, com 16 Sertões no currículo. A Equipe Ford Racing Trucks/Território Motorsport, que é formada ainda pelo co-piloto e mecânico Carlos Sales, marcou o melhor tempo e venceu a primeira etapa entre os Caminhões.

O trio levou 2h24m09s para completar o trecho cronometrado de 155 quilômetros que exigiu habilidade, experiência e bom equipamento, ainda mais para aqueles que são obrigados a pilotar sem freios. "A Especial foi bem legal, travada, com trechos de alta e baixa e muitas lombas, ficamos sem freio por volta do Km 50 e tive de pilotar mais de 100 depois maneirando na aceleração. Mas já estamos preparados para mais uma largada e prontos para o segundo dia", diz o hexacampeão do Rally dos Sertões, Piano, com um título na geral dos Carros e mais cinco nos Caminhões

"Achei tranquila a navegação, não estava complicada, acho que estamos no lucro, mesmo com a falta do freio, nós só queríamos chegar e completar, e ainda, me surpreendi porque os demais competidores não conseguiram nos ultrapassar. Mas terça é um outro dia, já sabemos que vai ser pior e só queremos acelerar", diz o navegador Mendes.

Piano, Mendes e Sales largaram na frente para esta etapa de domingo, após conquistarem o melhor tempo no Prólogo, no dia anterior, que definiu a ordem de largada. Nesta edição o trio, que foi campeão em 2013, com um Ford Cargo 1933 4x4 disputa a prova com o veloz e potente F4000 Território 4x4, preparado pela equipe de Tatuí e que já coleciona seis títulos na prova.

Nesta segunda-feira, a caravana do rali larga de Caldas Novas e segue para Catalão, ainda em Goiás. O dia terá aproximadamente 260 quilômetros, sendo 202 de trechos cronometrados. Os competidores vão enfrentar trechos de velocidade, outros travados em meio a fazendas de cana e plantações de eucaliptos e promete exigir de pilotos e navegadores. O rali termina dia 30 de agosto em Belo Horizonte e neste ano terá sete etapas, três a menos do que as edições anteriores.

Mais informações no site www.territoriomotorsport.com.br/rally ou na página da equipe no Facebook http://migre.me/l4b7p 

A equipe Ford Racing Trucks/Território Motorsport, que tem sede em Tatuí, no interior de São Paulo, tem parceria com: Ford Caminhões, Cummins, Garrett, Tortuga, Termicom, Truckvan, SuperCooler, Platodiesel, Fix, Território 4x4 Comercial e Casa Domingues de Pianos

Resultado Caminhões - Etapa 1 - 24/08
1 #401 EDU PIANO/SOLON MENDES/ANTONIO SALES (FORD RACING TRUCKS) 2h24min09s
2 #404 KENNER GARCIA/RAFAEL BELLO/RAPHAEL BETTONI (COMPETIKAR) 2h25min38s
3 #403 FELICIO BRAGANTE/EVANDRO BAUTZ/PACO CORDER (ASA ALUMÍNIO RALLY TEAM) 2h28min00s
4 #402 GUIDO SALVINI/FLAVIO BISI/FERNANDO CHWAIGERT (MOBIL DELVAC SALVINI RACING) 3h06min24s

Programação Rally dos Sertões - 2ª etapa
25/08 - Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
Deslocamento inicial: 39,54 km
Trecho especial: 202,23 km
Deslocamento final: 18,59 km
Total do dia: 260,36 km

---------------------------------------------------------------------------------------------------

Equipe Candide supera desafios da etapa 1 e larga nesta segunda rumo a Catalão

Marcel Damini (Santos/SP) e Carlos Brites (RJ/RJ) completaram a primeira etapa disputada no domingo, entre Goiânia e Caldas Novas

Ano a ano, as dificuldades do segundo maior rali do mundo aumentam, mesmo nos primeiros dias de prova, e em 2014 não está sendo diferente. Na tarde de domingo, 24, os 45 carros inscritos saíram da capital goiana e seguiram para Caldas Novas, enfrentando pouco mais de 155 quilômetros de rali. No caminho, Marcelo Damini e Carlos Brites, da Equipe Candide, superaram a exigente Especial, fizeram quatro ultrapassagens e completaram a prova com êxito.

"A Especial deste domingo foi bem legal, rápida e com muitas lombas. O piso era de terra solta, então havia muita poeira que dificultava a ultrapassagem. Mesmo assim, conseguimos passar quatro carros, recuperando posições", afirma Damini, único representante da Baixada Santista, no litoral paulista, na competição.

A intensidade da prova também exigiu da navegação: "Para os navegadores, achei esta primeira Especial muito puxada. Foi intensa também porque não deu sossego um segundo se quer, exigindo máxima atenção o tempo todo", afirma Brites, paulista que reside no Rio de Janeiro e retorna ao grid, após um intervalo de três anos.

Somente um imprevisto impediu a dupla do carro #328 de subir mais na classificação da categoria Production T2: em uma zona de radar, atravessaram uma ponte a 30 km/h, quando a velocidade permitida pela organização da prova era 20 km/h. A penalidade tirou o quarto lugar da dupla na classificação e finalizou o dia na 11ª posição da categoria .

Nesta segunda-feira, 25, o 22º Rally dos Sertões entra em seu segundo dia, saindo de Caldas Novas e seguindo para Catalão, última cidade no Goiás que sediará esta 
edição do rali. Serão mais 202 quilômetros de especial. No sábado, 30, o Sertões vai completar 2.679 quilômetros entre o Goiás e Minas Gerais. A última e sétima etapa, chegará a Belo Horizonte. 

Acompanhe as notícias e fotos da Equipe Candide durante o Rally dos Sertões pelo Facebook: http://migre.me/l6FNd 

A dupla Marcelo Damini e Carlos Brites é patrocinada pela Candide. 

Resultado 1ª etapa (24/08) - Categoria Production T2
1) 318 Wagner Roncon/Joselito Melo Jr, 2:18:33
2) 354 Wilson Thomas/William Thomas, 2:18:39
3) 357 Nadimir Oliveira/Ricardo Silva, 2:18:48
4) 340 Pietro Branchina Neto/Henry Kirst, 2:19:16
5) 317 Thiago Silva/Ivo Mayer, 2:20:23
6) 319 Marcus Kffuri/Rodrigo Czech, 2:21:13
7) 333 Paulo Amato/Rodrigo Mello, 2:21:43
8) 344 Marcelo Mendes/Luis Felipe Eckel, 2:24:59
9) 341 Juliano Diener/Gilson Rocha, 2:25:11
10) 363 Marco Tulio Lana/Leonardo Silva, 2:17:42
11) 328 Marcelo Damini/Carlos Brites, 2:18:40
12) 347 Fabricio Silva/Luiz Pugliese, 2:24:40
13) 365 Cristiano Rocha/Anderson Geraldi, 2:35:19
14) 352 Pedro Rado Filho/Joa Bicudo Filho, 2:35:50
15) 366 Carlo Melo/Rafael Dias, 2:58:05

Programação 22ª edição Rally dos Sertões:
25/08 - 2ª etapa - Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
Deslocamento inicial: 39,54 km
Trecho especial: 202,23 km
Deslocamento final: 18,59 km
Total do dia: 260,36 km

--------------------------------------------------------------------------------------------------

Rally dos Sertões: Rodrigo Terpins e Fabrício Bianchini superam os desafios da primeira etapa

Equipe Bull Sertões Rally Team larga nesta segunda-feira rumo a Catalão (GO)

O Rally dos Sertões começou em ritmo forte, no domingo, e a primeira etapa que largou de Goiânia e chegou a Caldas Novas, em Goiás, foi uma pequena amostra do que os competidores terão de enfrentar nesta 22ª edição. Os 155 quilômetros de trechos cronometrados (Especial) de um total de 216, exigiu habilidade, cautela e bons equipamentos. O dupla Rodrigo Terpins e Fabrício Bianchi completou em 2h08m08s e finalizou o dia na 7ª posição da Protótipos T1. Já a outra dupla da Equipe Bull Sertões Rally Team, Michel Terpins e Sven von Borries, não conseguiu finalizar a Especial.

"Tivemos vários tipos de terrenos neste primeiro dia, muitas lombas e foi um percurso exigente. Mas sem sustos, tudo dentro da normalidade. O carro se comportou bem, fizemos ultrapassagens, mas não quis forçar muito a suspensão, preferi ter um pouco mais de cautela e ir me adaptando ao equipamento", explica Rodrigo, piloto do carro #326.

Bianchini aprovou o percurso e também ficou satisfeito com o desempenho do T-Rex na primeira etapa. "Foi tranquilo e o carro esteve perfeito. A Especial foi rápida, com piso de cascalho, mata-burros, lombas e muita poeira. Mas não fosse a penal nossa classificação teria sido melhor", comenta o navegador, referindo-se a uma penalização de 15minutos que tirou duas posições da dupla na tabela de classificação.

Largaram pela manhã 45 carros, destes quatro não completaram o todo o percurso, como foi o caso da dupla Michel e Borries, que capotou na altura do Km 62, mas nada sofreu, porém o carro #322 não teve condições de continuar na prova. "Tivemos esse incidente na Especial, mas graças a Deus estamos bem e nada aconteceu, mas não pudemos retornar à prova. O carro foi arrumado pela equipe e vamos largar para o segundo dia de prova. O Sertões está apenas começando", diz o piloto Michel.

Nesta segunda-feira o destino será Catalão, ainda no estado de Goiás. Segundo a organização da prova, a partir desta etapa, o rali começa para valer, exigirá muita navegação e cautela. Nesta ano, o Rally dos Sertões conta com sete etapas e um percurso menor, serão aproximadamente 2.600 quilômetros percorridos até chegar a Belo Horinzonte, a capital mineira, no dia 30.

Para acompanhar as notícias da equipe Bull Sertões Rally Team durante o rali acesse também a página no Facebook: http://migre.me/l0mjN 

A equipe Bull Sertões Rally Team conta com patrocínio da Bull Sertões, 100% Eventos, Xarla e apoio da equipe MEM.

Programação 2ª etapa Rally dos Sertões:

25/08 -Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
Deslocamento inicial: 39,54 km
Trecho especial: 202,23 km 
Deslocamento final: 18,59 km
Total do dia: 260,36 km

TRANSAMAZÔNICA CHALLENGE 2011

Correio Técnico...

Tem alguma dúvida? Quer saber sobre algum assunto 4x4?
Mande um e.mail para: duvidas@transamazonicachallenge.com.br