domingo, 27 de julho de 2014

Mitsubishi Cup 2014

Vitória de Glauber Fontoura e Minae Miyauti na Mitsubishi Cup de Pirassununga 


Neste sábado (26), a Equipe FD Rally venceu na categoria L200 Triton ER e, assume a vice-liderança no campeonato

A primeira vitória da temporada veio com um gosto especial para Glauber Fontoura e Minae Miyauti, da Equipe FD Rally Team, justamente na etapa de Pirassununga, no interior paulista, onde no ano passado também venceram na categoria. A dupla buscava esse resultado desde a abertura da Mitsubishi Cup - nas três primeiras etapas garantiu, respectivamente, 2º, 4º e 6º lugares - e o primeiro lugar do pódio da categoria L200 Triton ER foi concretizado neste sábado, durante a quarta etapa, disputada na Fazenda El Bagual, no município de Analândia.

Fontoura e Minae faturaram a etapa na categoria e marcaram mais 72 pontos, com o feito, assumiram a vice-liderança na L200 Triton ER, com um total de 260 pontos. "Foi bom demais vencer esta etapa, que foi uma prova muito boa e desafiante porque a chuva modificou a pista e fez com que cada volta fosse uma prova diferente", afirma o piloto.

Foram 90 quilômetros, divididos em três provas de 30, uma mistura de diferentes tipos de terreno, ainda com lama e piso escorregadio em alguns trechos. A dupla foi a mais rápida da categoria na primeira prova, fez o segundo tempo na segunda e o nono tempo na última volta. "Geralmente na primeira volta meu desempenho é melhor, talvez por ser audacioso e gostar de explorar a pista ainda sem grandes alterações. Na terceira, quem largou na frente pegou pista seca e quem vinha atrás já correu com a pista mais molhada e, interessante, que tiveram um melhor rendimento", ressalta Fontoura. 

A navegadora comemorou o resultado e explica que largaram nesta manhã bem confiantes. "Chegamos aqui bem animados por ter vencido no sábado passado o Rally de Barretos (na categoria) e isto, quer queira ou não, mexe com o nosso psicológico", diz Minae que completa: "Hoje a Cup foi diferente e a variação de piso nos instigou. Cada volta era imprevisível e exigiu bastante navegação também, tanto que precisei corrigir o hodômetro a todo o instante", explica Minae.

Participam da 15ª edição da Mitsubishi Cup cinco categorias: Pajero TR4 R, Pajero TR4 ER, Pajero TR4 ER Master, L200 Triton ER e L200 Triton RS.

Após a Cup, foco no Rally dos Sertões - O saldo dos últimos quinze dias foi mais que positivo para a dupla: duas provas com características bem diferentes e duas vitórias. O Rally de Barretos somou pontos para o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, já a Mitsubishi Cup é o campeonato monomarca de rali de cross country de velocidade. Agora, as atenções de Fontoura e Minae se voltam para o Rally dos Sertões, principal prova do off-road nacional, que acontecerá de 23 a 30 de agosto. A dupla brigará pelo bicampeonato, pois em 2013 foram Campeões na categoria Super Production, a bordo da Mitsubishi L200 R e, nesta 22ª edição da competição, disputará com uma Mitsubishi L200 Triton ERS.

Para acompanhar as notícias da dupla Glauber Fontoura e Minae Miyauti no Facebook: http://migre.me/iWCqX. A Equipe FD Rally Team conta com patrocínio da Fontoura Dias Stands

A FD Rally Team, equipe da região de Alphaville (SP), conta com patrocínio da Fontoura Dias Stands.

Resultado Mitsubishi Cup - Pirassununga (26/7)

Categoria L200 Triton ER
1) Glauber Fontoura/Minae Miyauti - 72 Pontos
2) Ricardo Feltre/Andre Lucas Munhoz - 72 Pontos
3) Marco Antonio Mendes/Ivo Mayer - 64 Pontos
4) Peterson Oliveira/Jorge Peters - 64 Pontos
5) Fabrício Bianchini/Caio Santos - 64 Pontos

Classificação Mitsubishi Cup 2014 (após quatro etapas)
Categoria L200 Triton ER
1) Ricardo Feltre/Andre Lucas Munhoz - 279 Pontos
2) Glauber Fontoura/Minae Miyauti - 260 Pontos
3) Fabricio Bianchini/Caio Santos - 255 Pontos
4) Carlos Henrique Scheffer Junior/Rafael Malucelli - 253 Pontos 
5) Cleber Rodrigues Rosa/João Victor Ribeiro - 193 Pontos

Próximas etapas do Campeonato 2014
5ª Etapa - 13/set - Indaiatuba/SP
6ª Etapa - 11/out - Jaguariúna/SP
7ª Etapa - 8/nov - Mogi Guaçu/SP
* Calendário sujeito a alterações.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Rally Transcatarina 2014

Rally Transcatarina: chuva e lama, técnica e coragem no primeiro dia de prova




Os competidores se divertiram muito nas etapas iniciais da sexta edição do Rally Transcatarina. Terreno escorregadio demandou muito técnica de pilotagem para controlar o veículo e não perder a média de velocidade

É impossível transcrever o sentimento que temos ao estar no Rally Transcatarina. A empolgação dos competidores ao terminar um dia de disputa é enorme... Eles contam como foi o dia, dão detalhes do roteiro, trocam informações e aguardam ansiosamente pelo resultado. E seja qual for a posição conquistada, eles comemoram de qualquer jeito. 

E desta forma se seguiu o primeiro dia de prova, entre as cidades de Fraiburgo e Canoinhas, com parada em Timbó Grande. Foram aproximadamente 250 quilômetros, com 140 quilômetros de trechos cronometrados, passando pela cidade de São Sebastião do Sul, no Vale do Contestado. O diretor de prova, Wagner Souza privilegiou lugares que tem o marco histórico das batalhas da Guerra do Contestado. Aliás, entre 1916 a 1919 Canoinhas foi o centro de grandes confrontos. 

O percurso cruzou pomares de maçã e duas fazendas de plantações de pinus. O destaque ficou, mais uma vez, pela travessia do Rio Contestado, que possui mais de 100 metros de largura. A planilha tinha referências bem próximas e com constantes mudanças de médias de velocidade. 

Lama, como te quero

E melhor forma de se começar um rali como o Transcatarina não teria... Choveu bastante durante toda a madrugada desta quinta-feira, preparando o terreno para ficar do jeito que os competidores mais gostam: com muita lama! São158 duplas participantes, divididas nas categorias Super Máster, Graduados, Júnior e Jeep. Sem contar a Adventure e Passeio, que fazem um percurso paralelo sem o compromisso da competição. 

E quando o principal obstáculo é o barro e piso escorregadio, o piloto e o navegador já sabem que a empreitada será bem acirrada. Todas as curvas devem ser bem feitas, todos os trilhos formados nos caminhos devem ser aproveitados na melhor maneira possível, e qualquer erro é crucial. Uma curva mal feita faz a diferença na hora de computador os resultados. "A disputa é tão acirrada, que para ser o vitorioso, alguém precisa errar... E basta, 0,5 segundos para te tirar do pódio", explicou o piloto Paulo Roberto de Goés, que compete ao lado do navegador Jhonatan Ardigo.

Eles deram os primeiros passos largos 

Pontuar e abrir margem dos concorrentes... Esse é sempre o objetivo. E na Super Máster, quem já deu início a essa trajetória foram Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky, que foram os melhores do dia. Segundo Kath, o trajeto estava técnico e molhado, do jeito de ser do Transcatarina. "Deveria chover todo ano, pois é disso que o jipeiro gosta. Se chover antes ou durante a prova, a nossa expressão muda, fica melhor. Vencer é muito bom, mas não é só isso, queremos adrenalina e diversão. É isso que temos aqui", salientou empolgado o piloto. Em segundo lugar ficaram Acyr Hideki Rodrigues da Silva e Renan Medeiros, e em terceiro, Rone Branco e Enedir Silva Júnior.

Na Graduados, Eduardo Schvambach e Julio Cesar Maba Floriani comemoram a vitória. "Foi bem difícil, mesmo com uma média de velocidade mais baixa, estava totalmente desafiador. Vimos boas duplas encalhadas, então a sorte pode ter nos ajudado além da competência", afirmou Schvambach. Eles foram seguidos por José Carlos da Silva e Waldemberg Barros, e Marcos Juliano Alves Bezerra e Willian Santos, na segunda e terceira colocação, respectivamente. 

Entre os competidores da Júnior, sobressaíram-se Marcos Gustavo Francio e Bruno Rozalen Tesser. Eles foram seguidos por Rafael Cabongue e Neto Andrade, em segundo lugar, e Irineu Pedroso e Robson Schuinka, em terceiro. Acreditávamos que tínhamos terminado bem posicionados, pois não erramos e vimos outros competidores com problemas... Nosso entrosamento foi um diferencial, porque precisávamos evitar distrações e quando um de nós perdia o foco, o outro chamava a atenção", disse Francio. 

Na Jeep, que mantém viva a história dos velhos guerreiros 4x4, pai e filho, Marcos Osires Nunes e Marcos Vinicius Nunes repetiram o resultado de ontem e abriram vantagem. "Hoje foi muito complicado, tanto para o navegador que teve que acertar constantemente o hodometro, quanto para o piloto manter o carro na trilha. Mas costumo dizer que se está difícil para nós, está difícil para todo mundo", comentou Marcos. Na segunda posição ficaram Devarlei Kuhn e Evandro Mioto, e Rogério Acunha e Gustavo do Amaral Plieski, em terceiro.


De Canoinhas a Rio Negrinho

O Dia 2 do Rally Transcatarina terá aproximadamente 200 quilômetros, com 130 de especial (trecho cronometrado). O neutro de almoço será em Papanduva, SC. A previsão de tempo para sexta-feira é de tempo bom (sem chuva). As características do terreno mudarão bastante em relação ao Dia 1. "O chão estará mais limpo, com menos lama, mas haverá cascalho. Passaremos pelo Caminho dos Príncipes, que conserva a beleza natural da Serra do Mar e do seu entorno, com córregos e cachoeiras da floresta de araucárias nos planaltos da Serra Geral", destacou o diretor de prova, Wagner Souza. 

Para obter mais informações acesse: www.rallytranscatarina.com.br.

Resultado - Dia 1

Categoria Super Máster

1º Flávio Roberto Kath / Rafain Walendowsky, 79 pontos
2º Acyr Hideki Rodrigues da Silva / Renan Meideiros, 68 pontos
3º Rone Branco / Enedir da Silva Júnior, 64 pontos
4º Marnes Alexandre Floriani / Cristian Mueller, 63 pontos
5º Otávio Enz / Allan Enz, 62 pontos

Categoria Graduados

1º Eduardo Schvambach / Julio Cesar Maba Floriani, 72 pontos
2º José Carlos da Silva / Waldemberg Barros, 67 pontos
3º Marcos Juliano Alves Bezerra / William Santos, 66 pontos
4º Edson Pereira Schebeski / Alexandre William Dalssoto, 66 pontos
5º Julio Cesar Bonotto Neto / Deividi Nardi, 63 pontos 

Categoria Júnior

1º Marcos Gustavo Francio / Bruno Razalen Tesser, 72 pontos
2º Rafael Cabongue / Neto Andrade, 65 pontos
3º Irineu Pedroso / Robson Schuinka, 62 pontos
4º Reginaldo Cardoso da Silva / Maurício Alcantara Gonçalves, 60 pontos
5º Silvano Jesus Taborda / Juliana Jaremczyk, 53 pontos

Categoria Jeep

1º Marcos Osires Nunes / Marcos Vinicius Nunes, 79 pontos
2º Devarlei Kuhn / Evandro Mioto, 73 pontos
3º Rogério Acunha / Gustavo do Amaral Plieski, 72 pontos
4º Kassiano Kerber / Francisco Domingos Sette, 67 pontos
5º Guilherme Utz Melere / Felipe Bopp Fuentefria, 0 pontos 


Programação - 6º Rally Transcatarina

25/07 - sexta-feira
Roteiro: Canoinhas - Papanduva - Rio Negrinho

26/07 - sábado
Roteiro: Rio Negrinho - Corupá - Jaraguá do Sul
À noite: premiação na Associação Baependi em Jaraguá do Sul

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Rally dos Sertões 2014

Marcelo Damini e Carlos Brites disputarão o Rally dos Sertões com novo carro e em nova categoria.

Equipe Candide segue para a quinta participação na competição e, neste ano, na categoria Production T2 e a bordo de uma Mitsubishi TR4 ER

Contagem regressiva para a largada do Rally dos Sertões, a maior competição off-road do País e o segundo maior rali do mundo. Agora resta apenas um mês para o início e o piloto Marcelo Damini, está nos preparativos finais para a prova que acontecerá de 23 a 30 de agosto, com largada em Goiânia (GO) e chegada em Belo Horizonte (MG).

Damini é o único representante da Baixada Santista (SP) na competição e segue para a sua quinta participação. Neste ano, o piloto estreará um novo carro e em nova categoria. Ele pilotará uma Mitsubishi TR4 ER, na categoria Production T2, preparada especialmente para encarar o maior desafio off-road em terras brasileiras. Ao seu lado estará o navegador Carlos Brites, que nesta temporada retorna à Equipe Candide. Em 2011, a dupla conquistou o segundo lugar na categoria Super Production.

"As quatro edições anteriores corri de RS e na Super Production, agora, o desafio deste ano será me adequar à pilotagem da TR4 e em nova categoria. Não vejo a hora de poder acelerar no Sertões que é uma prova onde buscamos também a superação a cada dia e é isto que me instiga", afirma Damini, que reside em Santos.

Para o primeiro teste com o carro, Damini e Brites participaram no último sábado, 19, do Rally de Barretos, no interior paulista, uma das mais tradicionais e elogiadas provas do calendário do Cross Country nacional. Além de testar o carro no percurso de 140 quilômetros de trechos cronometrados, com várias lombadas, curvas, trechos travados e de alta velocidade, adquiriram informações essenciais para os ajustes finais. A dupla finalizou o rali na sexta posição na categoria Production T2.

"Foi a primeira vez que pilotei o carro na terra e o Rally de Barretos tem um percurso muito bom para acertos da suspensão, embreagem e demais itens que precisam estar 100% para o Rally dos Sertões", explica Damini, que completa: "Mas ainda não foi suficiente, por isto, nas próximas semanas iremos fazer alguns testes em Taubaté."

O paulista Brites, que vive no Rio de Janeiro, retorna ao grid após dois anos e está bem animado para disputar a 22ª edição da prova, ao lado de Damini. "Fiquei longe dos ralis devido a compromissos profissionais mas será um prazer voltar a navegar para o Damini. Barretos serviu para confirmar que o entrosamento entre piloto e navegador está ainda afiado", diz o navegador.

A prova - A edição de 22 anos, segundo os organizadores, promete. Serão sete etapas com um total de 2.679 quilômetros, dos quais 1.623 (60%) de trechos cronometrados. O roteiro 2014 terá dois estados e já estão inscritos cerca de 100 competidores entre as categorias carros e caminhões. Participam também da competição as categorias motos, quadriciclos e UTV´s. 

A dupla Marcelo Damini e Carlos Brites é patrocinada pela Candide, maior empresa do segmento de brinquedos com capital nacional e 45 anos de tradição no setor.

Programação do Rally dos Sertões 2014 (23 a 30/8)
23/08 - Prólogo - Goiânia (GO)
24/08 - 1ª etapa - Goiânia (GO)/Caldas Novas (GO)
25/08 - 2ª etapa - Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
26/08 - 3ª etapa - Catalão (GO)/Paracatu (MG)
27/08 - 4ª etapa - Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
28/08 - 5ª etapa - São Francisco (MG)/Diamantina (MG) - MARATONA
29/08 - 6ª etapa - Diamantina (MG)/Diamantina (MG)
30/08 - 7ª etapa - Diamantina (MG)/Belo Horizonte (MG)

Copa Sudeste Rally Indoor 2014 - Ipiabas

terça-feira, 22 de julho de 2014

Rally Transcatarina 2014

Rally Transcatarina: começa uma semana de muito off-road


E finalmente entramos na semana que promete muita emoção, competitividade e alta energia. Nesta quarta-feira, será dada a largada para a sexta edição do rali que, todos os anos, agita Santa Catarina


A expectativa e a ansiedade é grande! Entramos na semana mais aguardada do ano pelos competidores do rali de regularidade. E não é exagero dizer que o Rally Transcatarina é o evento mais aguardado por todos, visto o número de inscritos até o momento, que está próximo das 180 duplas, divididas nas categorias Super Máster, Graduados, Júnior, Jeep, Adventure e Passeio. 

A competição, o sonho da vitória, os caminhos a serem explorados, a beleza da serra catarinense, são apenas alguns dos itens que atraem tantos adeptos ao certame. Serão dez Estados representados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Distrito Federal, Goiânia e Mato Grosso. 

"O Rally Transcatarina é a maior referência do País em termos de técnica e boa qualidade. Sou fã da SC Racing, pois os organizadores se dedicam 100% aos participantes. A dificuldade da prova tem muito a ver com a exigência técnica do percurso aliado ao nível de habilidade dos competidores, tornando a disputa intensa", declarou Tiago Poisl, navegador do piloto Aurélio Borio Bilhalva - dupla gaúcha. 

A concentração inicial do Rally Transcatarina será no Hotel Renar, em Fraiburgo. Por lá passarão mais de 800 pessoas entre hoje e quarta-feira. E os participantes mal podem esperar para chegar lá. "É um grande evento, e isso nos empolga a participar todo ano", salientou o piloto Adriano de Aguiar, que compete ao lado do navegador Rafael Kienen, ambos catarinenses. "Manter a concentração o tempo todo será um diferencial para conquistar o pódio", completou. 

O prólogo - que definirá a ordem de largada do 6º Rally Transcatarina - será na quarta-feira, 23, às 15h. Um trecho de 12 quilômetros foi levantado por entre as plantações de maçã de uma propriedade particular. A largada da primeira etapa será na quinta-feira, às 8h. 


Petrobras aposta no Rally Transcatarina pelo segundo ano

Ter o apoio da Petrobras foi uma grande conquista para a SC Racing, porém, o maior desafio é provar o merecimento desta confiança. Mas, quando um trabalho é realizado com seriedade e comprometimento, essa tarefa gera grandes frutos. "Em 2013, tivemos a honra de termos a marca Petrobras como nossa parceira, e os resultados foram excelentes. Estamos orgulhosos", afirmou o diretor geral do evento, Edson João da Costa. 

Segundo a gerente de patrocínio da Petrobras, Natasha Himelfarb, o apoio ao Rally Transcatarina foi mantido em virtude da boa estrutura do evento na edição anterior, além da oportunidade de abastecimento dos veículos da organização e competidores na rede de postos Petrobras. "Isso proporciona testes aos nossos produtos e a satisfação dos nossos revendedores nos locais da prova, que é bastante positiva", comentou ela, que desejou: "que o sucesso do ano passado se repita, e com novas melhorias para surpreender a todos que estarão envolvidos com o evento", encerrou Himelfarb.


Programação - 6º Rally Transcatarina

22/07 - terça-feira
9h - abertura da secretaria de prova e vistoria técnica (Hotel Renar)
20h - fechamento da secretaria de prova e da vistoria técnica

23/07 - quarta-feira
8h - abertura secretaria de prova
14h - Largada Promocional
15h -Prólogo em Fraiburgo

24/07 - quinta-feira 
Roteiro: Fraiburgo - Timbó Grande - Canoinhas

25/07 - sexta-feira
Roteiro: Canoinhas - Papanduva - Rio Negrinho

26/07 - sábado
Roteiro: Rio Negrinho - Corupá - Jaraguá do Sul
À noite: premiação na Associação Baependi em Jaraguá do Sul

O Rally Transcatarina tem patrocínio de Troller Veículos Especiais S.A, Petrobras, Santur, Hankook Pneus e Hotel Renar

Apoio de Ensimec, Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul, Prefeitura Municipal de Papanduva, Prefeitura Municipal de Fraiburgo, Prefeitura Municipal de Canoinhas, Prefeitura Municipal de Rio Negrinho, Prefeitura de Timbó Grande, Ativa, Gatos & Ato e Grafimax

Realização: SC Racing 

Supervisão: CBA e FAUESC

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Rally de Barretos 2014

Glauber Fontoura e Minae Miyauti estarão no Rally de Barretos neste fim de semana.

Equipe FD Rally Team vai encarar aproximadamente 300 km de um percurso exigente com diversidade de terrenos a bordo da Mitsubishi L200 Triton ERS

O desafio deste fim de semana, 19 e 20, de Glauber Fontoura e Minae Miyauti será o 8º Rally de Barretos que reunirá importantes nomes do Cross Country nacional, no interior paulista. A dupla da Equipe FD Rally Team vai encarar um grid competitivo e uma das provas mais apreciadas do calendário que somará pontos pelas 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro da modalidade.

A dupla competirá pela categoria Super Production, a bordo da Mitsubishi L200 Triton ERS. Será a primeira prova de Fontoura e Minae na temporada, com o carro, no Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, pois até então, eles têm participado da Mitsubishi Cup - campeonato de rali cross country de velocidade da marca.

Fontoura participou das edições anteriores do rali como navegador e, desta vez, a adrenalina promete ser outra, como piloto. "Todas as edições que participei do Rally de Barretos foram marcantes, mas agora será a minha primeira vez pilotando, então certamente a emoção será diferente e estou muito animado", afirma Fontoura.

A prova terá 280 quilômetros de trechos cronometrados, sendo 140 em cada dia. No percurso de alto nível técnico, os competidores encontrarão curvas, lombadas, pedras, trechos de alta velocidade, outros mais travados e diversidade de terrenos. Participam do rali além da categoria carros, motos, quadriciclos, UTV´s e caminhões.

Para Minae que participará pela terceira vez da prova, concentração e preparo físico também serão essenciais. "Realmente Barretos é uma prova exigente que requer também resistência dos competidores. Nas duas primeiras vezes que participei sofri muito com o calor e, agora, que a prova será no meio do ano, espero que a temperatura esteja mais amena", explica a navegadora. Nas sete edições anteriores a prova foi realizada no início da temporada, no verão, com temperaturas bem altas.

Fontoura pretende, sobretudo, testar o carro no fim de semana de olho no Rally dos Sertões, que acontecerá a partir do dia 23 de agosto. "Além de ser uma prova dura, esta será a última etapa antes do Sertões, então a nossa participação também é estratégica, pois será um ótimo preparo", ressalta o piloto, que em 2013, foi Campeão do Rally dos Sertões na categoria Super Production, ao lado de Minae. 

Nesta sexta-feira (18), os veículos passam por vistorias técnicas e haverá o briefing para os competidores a partir das 20 horas. No sábado, a largada será às 9h30. Já no domingo será mais cedo, às 8 horas, sendo a premiação prevista para a partir das 15h30. O parque de apoio foi montado no Parque do Peão, localizado no km 428 da Rodovia Brigadeiro Faria, em Barretos.

Para acompanhar as notícias da Equipe FD Rally Team acesse também a página no Facebook: http://migre.me/iWCqX

A FD Rally Team, equipe da região de Alphaville (SP), conta com patrocínio da Fontoura Dias Stands e apoio da Ralliart Brasil, divisão da Mitsubishi Motors Brasil.

Programação - 8º Cross Country Rallymakers Barretos

19/07 - Sábado
8h - Abertura da pista de prólogo para o reconhecimento a pé 
9h - Encerramento do reconhecimento 
9h30 - Prólogo Carros/Caminhões 
10h - Largada da primeira moto na Prova Especial (140 km + 39 km de deslocamentos)*
12h30 - Largada do primeiro carro na Prova Especial (140 km SS + 39 km deslocamentos)* 
12h30 - Previsão de largada motos na Especial Indoor
18h - Briefing Motos/Quadris/UTVs
21h - Evento Promocional

20/07 - Domingo
8h - Largada da primeira moto na Prova Especial (140 km + 39 km de deslocamentos)* 
10h30 - Largada do primeiro carro na Prova Especial (140 km SS + 39 km deslocamentos)* 
12h - Início do Super Prime para Motos/Quadris/UTVs seguido de premiação 
13h30 - Início do Super Prime para Carros e Caminhões seguido de premiação 
15h30 - Cerimonial de encerramento

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Rally Transcatarina 2014

Nove Estados marcarão presença no 6º Rally Transcatarina


Mais de 170 duplas estarão no maior evento de rali de regularidade do País, o Rally Transcatarina, que acontecerá entre os dias 22 e 26 de julho em Santa Catarina

Mais uma vez Santa Catarina será palco da reunião de brasileiros de diversas cidades, todos juntos para prestigiar o Rally Transcatarina, entre 22 a 26 de julho. São competidores da Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, que se dividirão nas categorias Super Máster, Graduados, Júnior, Jeep, Passeio e Adventure. 

Agrolândia (SC), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Goiânia (GO), Mogi das Cruzes (SP), Pelotas (RS), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e Toledo (PR), são só algumas das 60 cidades brasileiras representadas por duplas que não medirão esforços para encarar quatro intensos dias de rali. "É nossa estreia no Rally Transcatarina, e as expectativas são grandes, principalmente porque ouvimos falar muito bem dessa prova que tem ganhado o respeito nacional", comentou o navegador José Carlos Ribeiro da Conceição, da capital baiana, e que compete junto do piloto Edson Fonseca Júnior, de Lauro de Freitas, BA.

Trechos sinuosos, curvas acentuadas, travessias de rios e laços, serão só alguns dos "testes de habilidade" proporcionados pela SC Racing aos participantes, que acelerarão por aproximadamente 800 quilômetros, que cortarão o Estado catarinense, percorrendo oito municípios: Fraiburgo (largada), Timbó Grande, Canoinhas, Papanduva, Rio Negrinho, Corupá e Jaraguá do Sul (chegada).

"Certamente será uma competição de alto nível técnico e com os melhores off-roaders do 4x4 de regularidade", declarou Milton Roberto Dresch, que ao lado do navegador Cezar Augusto Moehleck dos Santos, percorrerá quase 400 quilômetros de Estrela, RS, até Fraiburgo, SC. "Sem muita delonga, o Rally Transcatarina é o melhor" completou o piloto.

Troller e SC Racing: Parceria mais do que perfeita

Pelo sexto ano consecutivo, a Troller Veículos Especiais S.A está com o Rally Transcatarina. Mas não é somente como patrocinadora... Os veículos da marca formam a maioria no grid do evento - são mais de 92 carros da marca Troller inscritos nesta sexta edição e que estarão alinhados para essa aventura, inclusive dois deles são dos atuais campeões do Transcatarina, sendo na categoria Super Máster, com Acyr Hideki e Renan Medeiros, e na categoria Júnior, Eduardo Schvambach e Júlio César Maba Floriani. 
A SC Racing agradece pela confiança e apoio da Troller Veículos Especiais S.A.

Para quem quiser participar, as inscrições seguem abertas até 22 de julho, através do site www.transcatarina.com.br.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Rally Transcatarina 2014

Inverno traz um charme especial ao Rally Transcatarina


A serra catarinense fica ainda melhor durante o inverno. Com paisagens espetaculares, é para lá que a caravana 4x4 seguirá para a disputa de mais um rali de regularidade

Julho é o mês mais frio do ano, mas é também o mês do Rally Transcatarina. Motivo de alegria para os off-roaders que curtem explorar as belezas de uma região que fica ainda mais bela nesta época do ano: o Vale do Contestado, na serra de Santa Catarina. 

De 22 a 26 de julho, serão percorridos aproximadamente 800 quilômetros que cruzarão Fraiburgo, Timbó Grande, Canoinhas, Papanduva, Rio Negrinho, Corupá e Jaraguá do Sul. Esta é uma forma diferenciada de se aproveitar o melhor da natureza local, no clima do inverno.

Na opinião de alguns competidores, enfrentar o Rally Transcatarina nesta época do ano é o grande diferencial da disputa. "É um cenário diferente, e com a possibilidade de nevar, então, isso gera um suspense. E apenas no dia da competição saberemos como estará o terreno", comentou o navegador Roberto Frey, que ao lado do piloto Edson Ziolkowski, representa a cidade de Fraiburgo, sede e ponto de largada do Rally Transcatarina (e que chega atingir os menos 5 graus).

O frio sempre é um forte obstáculo, mas a maioria dos participantes gosta disso. Então, eles se preparam, de fato, para sobrepor as pedras, cascalhos, travessias de rios, trechos sinuosos, lama, entre outros obstáculos que surgirão pelo caminho. E tudo isso, obedecendo as médias de velocidade exigidas pela organização, a SC Racing. 

De acordo com o piloto Carlos Alberto Mendonça, que participará pela primeira vez do evento, as expectativas são grandes, inclusive para se aventurar em uma prova que é realizada com o frio tão forte. "Elogios para o Rally Transcatarina nunca faltaram e percebi que não poderia perder uma experiência dessas. Queremos estar no top dez da categoria Super Máster", afirmou Mendonça, que contará com a navegação de Erik Fernandes de Brito. "É muito interessante ter as chances de competir com neve, e tomara que este fenômeno ocorra durante o certame. Também será meu aniversário, espero poder comemorar em grande estilo", completou. A dupla é natural de Criciúma, SC.

O 6º Rally Transcatarina é composto pelas categorias Super Máster, Graduados, Júnior, Adventure e Passeio. Para garantir uma vaga ou ficar por dentro das novidades, basta acessar www.transcatarina.com.br. 

Programação - 6º Rally Transcatarina

22/07 - terça-feira
15h às 22h - abertura da secretaria de prova (confirmação de inscrição)

23/07 - quarta-feira
8h - abertura secretaria de prova
14h - Largada Promocional
15h -Prólogo em Fraiburgo

24/07 - quinta-feira 
Roteiro: Fraiburgo - Timbó Grande - Canoinhas

25/07 - sexta-feira
Roteiro: Canoinhas - Papanduva - Rio Negrinho

26/07 - sábado
Roteiro: Rio Negrinho - Corupá - Jaraguá do Sul
À noite: premiação na Associação Baependi em Jaraguá do Sul

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Rally Transcatarina 2014

Rally Transcatarina explora as belezas da serra catarinense



Existem três possibilidades para se encarar o roteiro de 800 quilômetros, sendo a categoria Passeio a opção mais leve e proveitosa dessa aventura. O compromisso com horário e o cumprimento de médias de velocidade não existe


25 de junho de 2014 - No mês de julho, o clima no Sul do País pode ser bem frio, mas para os amantes de esportes radicais isso é apenas um detalhe. Entre os dias 22 e 26 de julho, a Copa do Brasil de Regularidade agitará o universo off-road com a realização da próxima etapa: o 6º Rally Transcatarina; que largará da cidade de Fraiburgo, SC, rumo à Jaraguá do Sul, SC.

O evento também será uma boa oportunidade para quem quer aproveitar os três dias de percurso na serra catarinense, que fica ainda mais charmosa neste período. No Rally Transcatarina, a categoria Passeio possibilita enfrentar os obstáculos de uma trilha sem a preocupação de ter tempo a cumprir; trata-se de um belo turismo conciliado com os desafios fora-de-estrada. 

Inscritos neste grupo, o casal Robson e Michele Forronatto afirmou que esta será a oportunidade que esperava para aliar o esporte off-road e conhecer novas cidades. "Vamos estrear em um rali. Já ouvimos vários elogios ao Transcatarina, principalmente por amigos que competem. Estamos animados", comentou Michele. 

Para participar, basta ter um carro 4x4 de qualquer marca, modelo e ano de fabricação e não é preciso ter experiência. Todos os envolvidos seguirão em comboio, guiado por um carro da organização, e se aventurarão em estradas de terra, com variados tipos de terreno, seja seco ou molhado. Além disso, o roteiro privilegiará diversos pontos turísticos das cidades que receberão a caravana, como Timbó Grande, Canoinhas, Papanduva, Rio Negrinho e Corupá.

"Sempre acompanhei a prova, mas como apoio. Desta vez, seguirei como participante, ao lado de minha esposa e com certeza valerá muito a pena", declarou José Mário Moraes, que dividirá o momento com Sandra Mara. "Queremos conhecer tudo o que temos direito, e estamos bastante empolgados, na expectativa de nos divertimos bastante", completou.

Para garantir uma vaga, basta acessar www.transcatarina.com.br.

Programação - 6º Rally Transcatarina

22/07 - terça-feira
15h às 22h - abertura da secretaria de prova (confirmação de inscrição)

23/07 - quarta-feira
8h - abertura secretaria de prova
14h - Largada Promocional
15h -Prólogo em Fraiburgo

24/07 - quinta-feira 
Roteiro: Fraiburgo - Timbó Grande - Canoinhas

25/07 - sexta-feira
Roteiro: Canoinhas - Papanduva - Rio Negrinho

26/07 - sábado
Roteiro: Rio Negrinho - Corupá - Jaraguá do Sul
À noite: premiação na Associação Baependi em Jaraguá do Sul

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Rally Transcatarina 2014

Rally Transcatarina: três dias de disputas intensas e acirradas



Entre os dias 22 e 26 de julho, o Estado de Santa Catarina será tomado por aproximadamente 330 off-roaders que terão o mesmo objetivo: vencer

Faltam 30 dias para a Copa do Brasil de Regularidade ter sequência... E para muitos, esse é o maior desafio do calendário: o Rally Transcatarina. Afinal, serão aproximadamente 800 quilômetros, divididos em três dias, que largarão de Fraiburgo, SC, em direção a Jaraguá do Sul, SC. 

Alguns competidores são veteranos no evento, a exemplo do piloto Juares José Veloso e o navegador Paulo Roberto de Oliveira. A dupla já competiu em três edições do Rally Transcatarina, mas afirmou que a expectativa é nova a cada ano. "A SC Racing sempre nos surpreende com o roteiro, pois sempre há modificações para deixá-lo mais prazeroso e, claro, mais desafiador; do jeito que nós gostamos", declarou Veloso, que exaltou a empolgação por estar confirmado em mais uma edição do certame. "O Rally Transcatarina incentiva nossa modalidade, é uma das responsáveis pela revelação de ótimos atletas. A maior parte treina durante o ano para poder encarar essa aventura", completou.

No percurso, obstáculos como pedras, cascalhos, travessias de rios, trechos sinuosos, subidas e descidas em áreas de serra e, se chover - como sempre acontece -, haverá muita lama e vários laços que colocarão em cheque a habilidade dos participantes.

Se a ansiedade já é grande para os mais experientes, imagina para quem estreará no Rally Transcatarina. "Será preciso atenção redobrada", é o que pensam o piloto Alan Michael Gratt e o navegador Michael Masson. "Estamos iniciando agora no rali de regularidade. Apesar de ser nossa primeira vez, estaremos empenhados na busca de uma boa colocação. Em nosso ponto de vista, a concentração pode ser um diferencial", contou o navegador. Juntos, eles buscarão a vitória pela categoria Júnior.

O 6º Rally Transcatarina também passará pelas cidades de Timbó Grande, Canoinhas, Papanduva, Rio Negrinho e Corupá. Para garantir uma vaga, basta acessar www.transcatarina.com.br e escolher uma das categorias: Super Máster, Graduados, Júnior, Jeep, Passeio e Adventure.

Programação - 6º Rally Transcatarina

22/07 - terça-feira
15h às 22h - abertura da secretaria de prova (confirmação de inscrição)

23/07 - quarta-feira
8h - abertura secretaria de prova
14h - Largada Promocional
15h -Prólogo em Fraiburgo

24/07 - quinta-feira 
Roteiro: Fraiburgo - Timbó Grande - Canoinhas

25/07 - sexta-feira
Roteiro: Canoinhas - Papanduva - Rio Negrinho

26/07 - sábado
Roteiro: Rio Negrinho - Corupá - Jaraguá do Sul
À noite: premiação na Associação Baependi em Jaraguá do Sul

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Rally Rota SC

Luiz Facco e Humberto Ribeiro finalizam o Rally Rota SC em 2º na Pro Brasil 

Dupla sai de Tijucas com dever cumprido, após marcar importantes pontos para o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. Foco agora é o Rally de Barretos, em julho 

O fim de semana em Tijucas, no litoral catarinense, rendeu à dupla Luiz Facco e Humberto Ribeiro importantes pontos para o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. Neste domingo aconteceu o segundo dia de prova, válida pela sexta etapa do Brasileiro, e a Equipe Acelera Siriema terminou entre os ponteiros da categoria. Com a somatória dos resultados de sábado e domingo, a dupla finalizou o rali com o segundo lugar no pódio da Pro Brasil, com o tempo de 5h33min57s. 

A organização do Rally Rota SC mudou novamente o percurso da prova e neste domingo acabou cancelando a terceira volta. Os competidores das categorias Carros e Caminhões acabaram fazendo apenas duas passagens pela Especial (trecho cronometrado) de 60 quilômetros. Já os pilotos de Motos, Quadriciclos e UTV´s fizeram apenas uma volta.

A dupla fechou a primeira volta em 1h00m7s e a segunda, em 59m38s. "Na primeira Especial as condições do piso estavam bem diferentes comparadas com o dia anterior, pois o piso estava muito solto e com mais lama. Na segunda volta já havia melhorado e aceleramos onde foi possível, porque haviam muitos radares no trajeto", explica Facco, que completa: "Cumprimos nosso objetivo e marcamos pontos importantes para o campeonato, com o resultado positivo que conquistamos neste fim de semana. Agora é pensar no Rally de Barretos."

Para o navegador Ribeiro foi mais uma etapa para comprovar a boa preparação do carro. "Hoje a prova foi bem mais curta e acabou apresentando mais características de Rally de Velocidade do que de Cross Country. De qualquer maneira, a etapa mostrou mais uma vez que temos um equipamento muito bom nas mãos o que é essencial para o campeonato, que está cada vez mais competitivo", afirma.

O próximo desafio de Facco e Ribeiro, dupla Campeã Brasileira de 2013, na Pró Brasil, será o Rally de Barretos, que acontecerá no interior paulista, entre 18 e 20 de julho. O Rally Rota SC somou pontos para duas etapas do certame nacional e contou com 121 veículos no total de cinco categorias. Mais informações sobre os resultados no www.rotasc.com.br

Para acompanhar as notícias da Equipe Acelera Siriema acesse também a página no Facebook: http://migre.me/jaI3x.

A Equipe Acelera Siriema, com sede na região de Alphaville (SP), conta com o patrocínio da Gonçalves S/A Indústria Gráfica, Yokohama e apoio da Fontoura Dias Stands e Acelera Siriema Rally.

Resultado Final - Rally Rota SC
Categoria Pró Brasil
1º Lucas Moraes e Beco Andreotti, 5h26min53s
2º Luiz Facco e Humberto Ribeiro, 5h33min57s
3º Mauro Schenekenberg e Neurivan Calado, 5h43min42s
4º Jorley Júnior e Maykel Justo, 6h06min40
5º José Sawaya e Marcelo Haseyama, 6h11min15s

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Nova Nissan Navara/Frontier 2015

Nissan apresenta sua 12 ª geração pick-up  na Europa.



Lá fora a Nissan Frontier é conhecida como Nissan Navara, que aqui não pegaria bem! e está sendo lançada depois de ter recebido uma mudança radical no design, interior e mecânica.

Como o mercado é globalizado a nossa também seguirá essa linha. Agora, cá entre nós, quando vi as fotos lembrei logo da Nova S10, posso estar errado, mas de longe é uma S10. Será falta de criatividade? ou apenas uma tendencia de mercado?

A marca japonesa mostra  nas fotos disponibilizadas um designer muito mais moderno e cuidado do que a geração atual e uma frente que lembra os últimos lançamentos da marca, tendencia de mercado, é a linguagem de design V-motion.

Segundo informaram o chassis será mais reforçado que o atual. Bom acho que essa informação se deve ao fato de que algumas Nissans tiveram problemas de empeno carregando peso em determinadas situações onde o veículo pesada entrava em um buraco mais profundo e como consequência gerava um empeno no chassis, vários casos foram relatados sobre este problema estrutural. 

Ainda, de acordo com a Nissan, oferecem motores mais potentes e eficientes, e uma melhor qualidade de acabamentos e equipamentos. Além disso, os custos de manutenção são reduzidos e otimizado do espaço, com uma caçamba de carga com maior capacidade e altura em relação ao solo maior, que é bem menor que as dos concorrentes. 

Dentro do design do painel é mais moderno e os materiais e as configurações de qualidade foram melhorados com controles intuitivos de usar. Controle de temperatura dual zone, o visor no console central, relógios de exibição digital de proporcionar um toque exclusivo para o interior.

A Nissan irá disponibilizar três motores, dois a diesel e uma a gasolina, todos de quatro cilindros e 2.5 litros.

O motor diesel com dois níveis de potência de 163cv e 190cv, respectivamente, tendo melhorado a eficiência do combustível em 11% em relação ao modelo anterior, em termos de número aos que são usados hoje em dia não houve tanta alteração, a não ser na eficiência do motor. Mas segundo eles é uma inovação. Não há detalhes ainda motor a gasolina, tão pouco se terá no Brasil.

 A transmissão é automática de conversor de torque com sete marchas ou mecânica de seis.

Tração 4x4 ou 4x2 no eixo traseiro , mas, em qualquer um dos caso a Nissan possui controle de descida de morro, controle de ajuda na subida de morro e controle de tração que evita o deslizamento pelos freios.

Resumindo em termos práticos, não é tanta mudança assim, a não ser pelo designer, que repito, me parece com a S10, e pra mim ficou bem mais bonita, mas me chama a atenção para o chassis mais reforçado e altura de solo maior, o que deixará mais competitiva para a faixa de consumidor que utiliza o veículo para trabalho.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Rally Transcatarina 2014

Rally Transcatarina alcança a sexta edição



Uma história de sucesso, credibilidade e fortalecimento do rali de regularidade. A SC Racing concentra forças para fazer da edição de 2014, melhor do que 2013. E eles garantem: é possível!

 Uma edição tem que ser melhor que a outra... Essa é a premissa da SC Racing - empresa organizadora do Rally Transcatarina e dos demais eventos que compõe a Copa do Brasil de Regularidade. A sexta edição da competição que atravessa o Estado de Santa Catarina será realizada de 22 a 26 de julho, com largada de Fraiburgo e chegada em Jaraguá do Sul. Fazem parte do roteiro as cidades de Timbó Grande, Canoinhas, Papanduva, Rio Negrinho e Corupá.

"Quando criamos o Rally Transcatarina, não imaginávamos que ele seria o que é hoje: grid com mais de 150 carros, presença de mais de 800 pessoas vindas de nove Estados do País", comentou o diretor geral da SC Racing, Edson João da Costa. "Logo após a primeira edição, percebemos o potencial que o certame tinha. Rapidamente, focamos os trabalhos para torná-lo uma referência nacional, e esse caminho jamais terá fim... Será a incessante busca de fazê-lo cada vez melhor", afirmou. Na edição de 2009, foram 89 veículos inscritos, e em 2013, esse número passou para 155. 

O navegador Arno Adriano Murara participou de todas as edições do Rally Transcatarina, e disse que "é difícil apontar qual foi o melhor ano, pois a SC Racing sempre consegue se aprimorar e nos deixar satisfeitos. Eu ainda não ouvi falar de outra competição deste nível em outro lugar do Brasil, por isso, já é gratificante para mim fazer parte deste círculo e ter minha história ali. Estamos na expectativa para ver o que nos aguarda desta vez; e daremos o nosso melhor, pois é uma disputa bem acirrada". 

De acordo com Costa, a receita do sucesso é simples. "Profissionalismo! Iniciamos a organização de um rali um ano antes da sua realização. Pensamos em todos os detalhes com seriedade, ouvimos as críticas e sugestões dos participantes, e nos esforçamos ao máximo para nos aproximar dos anseios deles. Na parte técnica, procuramos os melhores percursos, dando prioridade para trajetos inéditos e que exijam ao máximo das habilidades de pilotos e navegadores. Temos uma identidade formada, da qual zelamos por ela", declarou.

O 6º Rally Transcatarina terá cerca de 800 quilômetros, e percorrerá estradas de terra e trilhas que trarão diversos obstáculos, tais como: pedras, cascalhos, travessias de rios, trechos sinuosos, subidas e descidas em áreas de serra e, se chover, muita lama. Os tradicionais laços que levam pilotos e navegadores a máxima da concentração também estarão na planilha de prova. 

Até o momento, 161 duplas estão inscritas para o rali, e ainda restam 39 vagas. As categorias disponíveis são Super Máster, Graduados, Júnior, Adventure, Jeep e Passeio. Quem quiser alinhar seu 4x4 neste grid, pode garantir uma vaga pelo site www.transcatarina.com.br..

Programação - 6º Rally Transcatarina

22/07 - terça-feira
15h às 22h - abertura da secretaria de prova (confirmação de inscrição)

23/07 - quarta-feira
8h - abertura secretaria de prova
14h - Largada Promocional
15h -Prólogo em Fraiburgo

24/07 - quinta-feira 
Roteiro: Fraiburgo - Timbó Grande - Canoinhas

25/07 - sexta-feira
Roteiro: Canoinhas - Papanduva - Rio Negrinho

26/07 - sábado
Roteiro: Rio Negrinho - Corupá - Jaraguá do Sul
À noite: premiação na Associação Baependi em Jaraguá do Sul

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Novo Troller chegando nas lojas.



A Ford Troller apresentou neste sábado (31) em São Paulo, a nova geração do utilitário T4. O modelo foi exibido à imprensa e fãs do veículo num evento público na Avenida Europa. Aproveitando o mercado paulista como grande consumidor do modelo.


Brasileiro de nascença 

"É um veículo totalmente novo criado para exceder desafios - ainda mais robusto, com um conjunto mecânico a toda prova e design moderno e marcante", segundo Wagner Conceição, gerente geral da Troller. "Projeto inteiramente nacional, o Novo Troller T4 respeita a sua herança e vocação todo-terreno"., e continua a declaração da empresa com Wilson Vasconcellos Filho, gerente de Vendas, Marketing e Serviços da Troller. "O consumidor ganha uma nova geração Troller sem perder a sua herança, o seu DNA. Raros veículos no mercado brasileiro e pouquíssimos no segmento apresentam um conjunto tão impressionante como o Novo Troller T4. Em breve, lançaremos esse veículo nas revendas". gerente de Vendas, Marketing e Serviços da Troller. 

O modelo é produzido na fábrica da Troller em Horizonte - Ceará, inteiramente remodelada e apresenta linhas mais modernas e dinâmicas e segundo a marca, mantém a sua vocação para enfrentar qualquer tipo de pistas e trilhas.  

Durante seu desenvolvimento, o novo Troller rodou mais de 200 mil quilômetros em diversas condições de clima e terreno, em diferentes regiões do País e nas pistas do Campo de Provas de Tatuí, em São Paulo. O projeto incluiu também cerca de 53 mil horas de desenvolvimento virtual e 22 mil horas de testes virtuais para atender os padrões elevados de resistência e confiabilidade exigidos.

O Novo Troller T4 ganhou linhas mais musculosas, mas aparentando ser um Lego montado, somente o uso vai dizer ser realmente é forte como o antigo. Como gosto é algo particular, alguns gostaram, outros detestaram.  Os fãs de veículos off-road criticaram o novo Troller T4, dizendo que o modelo perdeu sua essência, particularmente não entendo o que querem dizer com isso, até porque o material utilizado ainda é o mesmo, então se a questão é arrumar após brincadeira mais pesada não vai alterar muita coisa, se for em termos de desenho, sei não, acho que tem muito especialista na praça. Segundo alguns "especialistas" em 4x4, o Troller ficou muito quadrado, futurista e cheio de plásticos, o que não combina com um veículo destinado à trilhas. Mais uma vez não entendo essa colocação, principalmente vinda de especialistas, como assim o quadrado deixou menos combinando com trilhas??? mais quadrado que o modelo anterior? que uma Bandeirantes? Realmente não entendo alguns comentários, acho que esse pessoal entende muito é de Balé! 

Não vou comentar os detalhes, as fotos dizem por si, até porque aqui não é uma revista pra falar das belezas ou feiuras de carro, mas gostei dos tetos solares e a lanterna de LED. O que importa mesmo é o vão livre do solo e bons ângulos de entrada e saída. Pneus de uso misto, que serão jogados fora para darem lugar a um MUD tomada de ar em posição elevada preparada para a instalação de snorkel e base para guincho integrada para uso mais extremo.

Lendo algumas publicações sobre o assunto na internet me deparo com o seguinte comentário "O Troller sempre foi criticado pela falta de conforto no trânsito urbano, mas essa característica acaba sendo positiva para os amantes de trilhas mais radicais, onde o T4 se encontra.", o que tem uma coisa com outra, para o uso off road é preciso ser desconfortável? quantos veículos offroads são confortáveis, exemplo o Wrangler, então seria muito bom o Troller ser tão confortável quanto, o que importa é sua capacidade offroad.

Agora com um novo motor, o mesmo diesel 3.2 da nova Ranger, e a transmissão é manual de seis velocidades, que ajuda bastante no deslocamento de asfalto, ideal para viagens longas. Importante é ver o desempenho no uso de lama pesada, uma vez que para areia, dunas e praia, com certeza é uma verdadeira usina de força, mas como se comportará esse powertrain nas trilhas pesadas. 

Agora é aguardar a chegada oficial do novo modelo nas lojas, segundo a Ford já no segundo semestre e saber qual será o valor de venda, afinal os rumores são de R$ 145.000,00 e por esse valor se compra um Wrangler


TRANSAMAZÔNICA CHALLENGE 2011

Correio Técnico...

Tem alguma dúvida? Quer saber sobre algum assunto 4x4?
Mande um e.mail para: duvidas@transamazonicachallenge.com.br